sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Alepe promove concurso de queijos artesanais realizado durante Exposição Nordestina de Animais, no Recife

 Foto: Roberto Soares/Alepe
Foto: Sabrina Nóbrega/Alepe

Uma iniciativa inédita da Comissão de Agricultura da Assembleia reconheceu, na tarde desta quinta (9), a qualidade do queijo artesanal fabricado por pequenos produtores de Pernambuco. O colegiado realizou a premiação do primeiro Concurso Regional de Queijos, promovido na última quarta (8), na Sociedade Nordestina dos Criadores, no Parque de Exposições do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. A ação foi um dos destaques da participação da Alepe na 76ª Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados, e contou com a presença do presidente da Casa, deputado Guilherme Uchoa (PDT), do secretário estadual de Agricultura, Wellington Batista, além de líderes do setor agropecuário no Estado.

Participaram da competição 14 laticínios, sendo três premiados na categoria queijo manteiga e três agraciados na modalidade queijo coalho artesanal. O empresário Romildo Albuquerque, da fábrica Leite Nobre, de Venturosa, no Agreste Meridional, ficou com o primeiro lugar em queijo coalho. Ele ressaltou o ineditismo do concurso: “Eu só tenho que agradecer à Assembleia por essa iniciativa. Todos nós ficamos cada vez mais motivados, e é disso que a gente necessita, desses estímulos, desse tipo de evento para que a gente consiga cada vez mais avançar”.

Ainda na categoria queijo coalho, ficou com o segundo lugar o Laticínio Luíza e, em terceiro, o Queijo Nobre. As duas produtoras são da cidade de Venturosa. O melhor queijo manteiga da competição foi o da Vale Lac, fábrica sediada no município de Pedra, Agreste Meridional. Em segundo lugar, foi premiado o Laticínio Venturosa, e o terceiro melhor queijo manteiga foi o do Laticínio Luiza.

O presidente da Comissão de Agricultura, deputado Claudiano Martins Filho (PP), elogiou a qualidade das queijarias de Pernambuco: “Eu não tenho dúvidas de que o melhor queijo coalho do Brasil está em Pernambuco, e o governador Paulo Câmara está incentivando cada produtor a fazer sua fábrica, apoiando uma lei de minha autoria beneficiando miniqueijarias artesanais do Estado”. Tramita na Assembleia um projeto de Claudiano para modernizar a lei, também de autoria do parlamentar, que simplifica o processo de licença sanitária para laticínios de pequeno porte.

Durante o evento, Guilherme Uchoa também sinalizou o apoio do Poder Legislativo aos criadores e produtores rurais: “Pernambuco demonstra a sua vocação para a bacia leiteira e para a agricultura familiar, visando manter o homem vinculado a terra”.

O parlamentar recebeu documento assinado por várias entidades, incluindo a Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite) e a Sociedade Nordestina dos Criadores, exigindo maior fiscalização sanitária de fábricas que estariam adulterando produtos usando misturas que simulam leite para produzir iogurtes, bebidas lácteas, leite pasteurizado e outros alimentos. O secretário de Agricultura, Wellington Batista, informou que a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) está com toda a disposição para evitar a “invasão” de produtos que prejudiquem a bacia leiteira do Estado.

Alepe


0 comentários:

Postar um comentário