quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Ação da CPRH combate desmatamento e criação ilegal de pássaros em Aldeia

Fiscalização desta quarta (22) atendeu a 20 denúncias. Sessenta e dois pássaros foram apreendidos e já estão no Cetas Tangara (Foto: Divulgação/CPRH)

Em fiscalização que envolveu três equipes, a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) apreendeu, nesta quarta-feira (22), 62 pássaros silvestres que eram criados ilegalmente em Aldeia, no município de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife, e constatou ações de desmatamento em três áreas, todas na Estrada de Aldeia. Para esses casos, as autuações – com as respectivas multas – ainda estão em processamento.

Ao longo da ação, que começou por volta das 6h30 e se estendeu até às 16h, o Grupo de Trabalho (GT) da CPRH voltado para o setor de fiscalização de fauna e flora apurou 20 denúncias recebidas pela Agência, nas últimas semanas, envolvendo territórios compreendidos na Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe. No trabalho, teve o apoio de agentes da Depoma (Polícia Civil) e da Cipoma (Polícia Militar).

Dos desmatamentos constatados na Estrada de Aldeia, dois foram identificados previamente por imagens de satélite, numa extensão de 1,5 hectare (juntos). O terceiro foi identificado durante o deslocamento das equipes, em área que foi georeferenciada, cujos dados ainda estão em análise. Os proprietários serão autuados pelo órgão ambiental por supressão de vegetação nativa da Mata Atlântica sem autorização.

Já em relação aos pássaros apreendidos, em alguns casos foram entregues voluntariamente aos agentes e, em outros, as gaiolas – muitas com alçapões armados para captura – foram encontradas presas a árvores, sem ninguém por perto. As gaiolas também foram apreendidas. Em meio à ação, crianças receberam presentes da campanha Defensores do Meio Ambiente – uma ação de Educação Ambiental que conscientiza contra a criação de passarinhos em cativeiro.

Em três viagens, os 62 pássaros foram levados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH, onde serão reabilitados e, posteriormente, devolvidos à natureza. Entre as espécies, há canários, galos de campina, papa-capins, sibitos, curiós, concrizes e sabiás.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


0 comentários:

Postar um comentário