domingo, 15 de outubro de 2017

Tragédia de Janaúba: 'Como comemorar se nossas colegas e crianças estão feridas, no corpo e na alma?', diz pedagoga de creche incendiada

Prédio será reformado e creche receberá nome da professora Helley Abreu Batista (Foto: Juliana Peixoto/G1)

Depois de dez dias do ataque à creche Gente Inocente, em Janaúba, quatro professoras continuam internadas em hospitais de Montes Claros e Belo Horizonte, na manhã deste domingo (15). Elas tiveram mais de 30% dos corpos queimados e estão internadas com outras dez crianças que também foram feridas durante o incêndio provocado pelo vigia Damião Soares dos Santos.

No dia 5 de outubro, o vigia Damião chegou à escola e trancou as portas da creche antes de incendiar o local. Ele jogou álcool nas crianças e nele mesmo. A pedagoga do município, Lilian Claudine Marques Gonçalves Mota, contou ao G1 como era o trabalho das profissionais.

“Marley Simone Lima Antunes, 42, é professora de uma turminha do primeiro período. Ela e a professora Helley [que morreu na tragédia] estavam juntas, com aproximadamente 40 crianças, fazendo atividades de dança, minutos antes de o vigia chegar. As outras duas professores são auxiliares e estavam no ambiente onde o fogo se alastrou. A Jéssica Morgana Silva Santos, 23, era auxiliar da tia Helley, e a Geni Oliveira Lopes Martins, 63, do maternal II. A Maria Vilma Pinheiro, 51, auxiliar da secretaria, foi a primeira a pegar fogo e a correr e pedir ajuda aos moradores da rua”, explicou. Além de estarem com mais de 30% do corpo queimado, as professora também ficaram com as vias respiratórias comprometidas pela inalação de fumaça.

No ataque, 11 pessoas morreram. Foram nove crianças, a professora Helley Abreu Batista, considerada herína por salvar a vida de muitas crianças, e o vigia.

Minutos antes do incêndio, as professoras estavam participando de atividades em comemoração à Semana das Crianças. Foram preparadas três estações para os alunos brincarem: dentro da creche, acontecia o espaço dançante e de filmes; no pátio, brincadeiras de piscina de bolinha, cama elástica e uma área de banho de mangueira. Todos os alunos passariam pelos três espaços. A Polícia Civil continua as investigações.

“O inquérito em andamento consiste em esclarecer qual foi a dinâmica do crime e emitir os laudos periciais; já ouvimos muitas pessoas e pretendemos concluir o laudo dentro do prazo. Quando for concluído, será remetido à Justiça”, informou o delegado do caso, Ricardo Amaral. O Ministério Público também instaurou inquéritos para investigar o incêndio criminoso.

Homenagem

No dia em que se comemora o Dia dos Professores, a pedagoga Lilian Claudiane faz uma reflexão e diz que o tempo é de recomeço. Os alunos da creche Gente Inocente irão estudar temporariamente em um prédio no Bairro Veredas, vizinho ao Rio Novo, onde ocorreu o ataque. O local passou pela vistoria do Corpo de Bombeiros.

“Como comemorar se nossas colegas e crianças estão feridas, no corpo e na alma? Estamos chorando agora, mas haveremos de sorrir e vencer, afinal, somos educadoras. Estamos acostumados a lutar, acostumamos a encontrar pedras pelo caminho. Vamos continuar pelos pequenos que se foram e por aqueles que ainda lutam pela vida. Vamos continuar pelas crianças sobreviventes que aguardam, ansiosas, pelo momento de contar histórias, bordar sonhos e cantar a vida! Ah, a vida! Ela vai ficar colorida novamente, como as diversas cores dos lápis q os ensinamos a pegar. A folhinha branca vai se encher de tinta guache novamente”, disse emocionada.

Volta às aulas

A Secretaria municipal de Educação de Janaúba informou que retorno das aulas no município acontece nesta semana. De acordo com a secretária da pasta, Luzia Angélica, a segunda-feira (16) será dedicada a momentos de reflexão e orientação aos funcionários das escolas municipais.

Depois da tragédia, o Governo Federal anunciou a liberação de R$ 8,7 milhões e, em seguida, a liberação de R$ 2 milhões para os hospitais de janaúba. As 23 unidades municipais passam por vistoria pelo Corpo de Bombeiros.

G1 Grande Minas


0 comentários:

Postar um comentário