sábado, 7 de outubro de 2017

Sindicato anuncia paralisação total do Detran-PE na segunda-feira


O Sindicato dos Servidores do Departamento de Trânsito de Pernambuco (Sindetran-PE) informou agora à noite que todas as atividades da autarquia serão paralisadas na próxima segunda-feira . Segundo o presidente do sindicato, Alexandre Bulhões, o movimento faz parte de uma mobilização para sensibilizar a Justiça de Pernambuco e barrar uma licitação que entende ser irregular para favorecer a operadora de plano de saúde Hapvida. A reportagem do Diario de Pernambuco buscou posicionamento do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), mas a autarquia informou que não haverá pronunciamentro sobre essa questão.

Segundo o Sindetran-PE, caso a licitação seja concluída, a Hapvida assumiria o atendimento de saúde dos 1,3 mil profissionais da autarquia de forma irregular, conforme ilegalidades que teriam sido identificadas na última licitação para contratação do serviço. Para impedir isso, além da paralisação das atividades na próxima segunda-feira está prevista uma concentração a partir das 9 horas, na frente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), na Rua da Aurora, 885, Boa Vista, Região Centro do Recife.


Ainda segundo o Sindetran-PE, as provas da irregularidade são irrefutáveis e o corpo funcional do Detran-PE cobra a realização de uma licitação condizente com as exigências do TCE-PE, garantindo condições equilibradas para a concorrência de outras operadoras consideradas melhor capacitadas. “O plano de saúde é uma conquista dos servidores. Mesmo sendo o Detran-PE o segundo maior arrecadador do estado, dispõe para os servidores um dos salários mais baixos no serviço público estadual”, protesta Alexandre Bulhões.

Até agora o plano de saúde que cobria a categoria era o da Unimed, sempre contratado em caráter emergencial. Embora o total de profissionais seja de 1,3 mil, o total de vidas é praticamente o triplo, 3,6 mil, com aposentados e dependentes. O corpo funcional do Detran-PE cobram a realização de uma licitação regular e a contratação definitiva de um plano condizente com a qualidade do serviço que vinham tendo, diz o presidente do Sindetran-PE.

Diário de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário