quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Polícia prende suspeitos de integrar organizações criminosas que atuavam em Pernambuco e Alagoas

Operação Verde em Garanhuns (Foto: Reprodução/TV Asa Branca)

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (3) pela Polícia Civil de Pernambuco a Operação 'Garanhuns Verde'. Foram cumpridos 27 mandados de prisão preventiva, expedidos pela justiça. Segundo a polícia, os suspeitos faziam parte de três organizações criminosas que atuavam em conjunto, em vários municípios do Agreste, no Recife e em cidades do estado de Alagoas.

Ainda de acordo com a Polícia, os presos são suspeitos de envolvimento em homicídios, tráfico de drogas, roubo, formação de quadrilha, adulteração e receptação de carros roubados, conforme explicou o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Amaral.

“A operação apreendeu sete mil reais, cinco quilos de crack, um quilo de cocaina, cinco armas, quatro veículos, 30 placas e 20 lacres”, disse.

Um advogado foi preso em flagrante. Segundo a polícia, o jurista fazia a comunicação entre os integrantes das quadrilhas. “Com ele, os policiais apreenderam uma arma de fogo e um carro branco, que está com a placa clonada. Existia também um esquema que partia de dentro do presídio com 16 presos”, disse.


Devido a operação, uma escola municipal próximo a Delegacia de Homicídios precisou suspender as aulas. A unidade de ensino se tornou um ponto de apoio para as equipes da polícia. O local foi usado para colher depoimento dos suspeitos.

A Polícia Civil vai apresentar o balanço da operação nesta quarta-feira (4) numa coletiva para a imprensa no Recife. A secretaria de educação de Garanhuns informou que as aulas serão retomadas também nesta quarta-feira na escola municipal Mário Matos.

Por G1 Caruaru


0 comentários:

Postar um comentário