sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Petrolândia: Mutirão de emissão de 2ªs vias do programa Nenhuma Pernambucana sem Documento acontece na próxima quarta (25)


Grupo de educadoras sociais capacitadas em Petrolândia pela SecMulher no dia 10 de outubro

Mulheres do município de Petrolândia, no Sertão de Itaparica, serão atendidas na 8ª edição do Programa Nenhuma Pernambucana sem Documento, na próxima quarta-feira, dia 25. O mutirão para emissão de segundas vias de carteira de identidade, certidão de nascimento ou casamento e certidão de óbito é ofertado pela Prefeitura Municipal de Petrolândia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, Cidadania e Juventude (Sedes) e Coordenadoria da Mulher. 

O mutirão será realizado no prédio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), antigo PETI, situado na Av. Auspício Valgueiro Barros, na Quadra 01 de Petrolândia, no horário das 08 às 13h00. 

Todos os documentos são expedidos gratuitamente. Confira o que é necessário: 

Para retirar 2ª via da Carteira de Identidade/RG (emitida em Pernambuco):
Número da carteira de identidade/RG, Certidão de Nascimento ou Casamento (original e xerox) e 2 fotos 3x4
Para retirar 2ª via de Certidão de Nascimento e ou Casamento (feito no Cartório do Registro Civil de Petrolândia):
Algum documento que tenha o nº do livro e da folha, tais como: Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade, Registro de Nascimento ou Casamento antigo.

Para retirar 2ª via de Certidão de Óbito (feito no Cartório do Registro Civil de Petrolândia):
Nome e filiação do(a) falecido(a) e data do óbito

Formação de Educadoras Sociais - Como parte do Programa Nenhuma Pernambucana sem Documento, no dia 10 passado, mulheres de Petrolândia receberam o curso de formação sociopolítica, promovido pela Secretaria Estadual da Mulher (SecMulher-PE). Na capacitação houve debates sobre questões de gênero, cidadania, enfrentamento da violência doméstica e de gênero, direitos reprodutivos e documentação. 


Nenhuma Pernambucana sem Documento
- Nesta edição o programa vai percorrer 60 municípios pernambucanos com a emissão de 12 mil documentos civis para mulheres, filhas e filhos e formar 1.800 educadoras sociais.

A gerente de Fortalecimento Sociopolítico da SecMulher-PE, Beatriz Vidal, esclarece que a ação tem como estratégia a criação de espaços de reflexão sobre a importância da documentação civil para o exercício da cidadania e o acesso das mulheres às políticas públicas. “A documentação é o primeiro passo para o exercício da cidadania plena das mulheres”, ressalta Beatriz Vidal.

A secretária da Mulher do Estado, Silvia Cordeiro, explica que, entre os critérios para seleção dos municípios, estão: possuir Organismos Municipais de Políticas para as Mulheres, municípios com Canto Mãe Coruja e também com alto número de mulheres sem documentação. A secretária acrescenta que entre os outros pré-requisitos para receber a campanha, está o de possuir níveis baixos de Índices de Desenvolvimento Humano por município (IDHM) e ter recebido a campanha uma única vez, antes de 2013.

A emissão de documentos será feita até o dia 21 de fevereiro do próximo ano. No período, serão emitidos 6 mil registros de identidade e 6 mil certidões de nascimento e ou casamento. Nas últimas sete edições (2007 a 1014), a Campanha Nenhuma Pernambucana sem Documento, emitiu 85.204 documentos e formou 10.062 educadoras sociais, percorreu todos os municípios do Estado, incluindo o Distrito de Fernando de Noronha.

A realização da campanha conta com a parceria do Programa Mãe Coruja, Secretaria de Defesa Social (SDS), Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), Associação dos Registradores Civis de Pernambuco (Arpen-PE), Fundo Especial do Registro Civil do Estado de Pernambuco (FERC-PE), Secretaria de Justiça e Direitos Humanos - Balcão de Direitos, Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações da SecMulher-PE, Sedes e Coordenadoria da Mulher


0 comentários:

Postar um comentário