domingo, 15 de outubro de 2017

Petrolândia: Fique atento para expediente bancário a partir desta segunda (16) no Horário de Verão

Foto: Assis Ramalho/Arquivo BlogAR

O Horário de Verão começou à 0h de hoje (15) e a mudança vai valer até o dia 18 de fevereiro de 2018. Embora Petrolândia não faça partes das três regiões (Sul, Sudeste e Centro-Oeste) que adotaram o horário, enquanto estiver vigente, o expediente dos bancos em nossa cidade é afetado pelo funcionamento do sistema bancário no horário de Brasília-DF. 

O expediente bancário ao público em Petrolândia funciona com 1 hora de antecedência em relação ao horário da Capital Recife e, a partir desta segunda-feira (16), com o Horário de Verão, as agências bancárias em Petrolândia terão expediente ao público das 09h00 às 14h00.

Fim do Horário de Verão - É possível que esta seja a última vez que o Horário de Verão seja adotado no Brasil. Isso porque autoridades do setor elétrico constataram mudanças nos hábitos de consumo de energia dos brasileiros. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o que mais tem influenciado o horário de pico do consumo de energia não é mais a incidência de luz solar, e sim a temperatura. 

Segundo o ONS, a redução na economia de energia com o Horário de Verão tem a ver com uma mudança no perfil e na composição da carga elétrica no país. Se antes o que determinava o horário de pico do consumo de energia era a incidência da luz solar, hoje é a temperatura. Com isso, o pico de consumo passou a ser entre 14h e 15h e não mais entre 17h e 20h.

Em agosto, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), o ONS e o Ministério de Minas e Energia chegaram à conclusão que, por causa dessa mudança de perfil de consumo de energia, a adoção do Horário de Verão atualmente “traz resultados próximos à neutralidade para o consumidor brasileiro de energia elétrica, tanto em relação à economia de energia, quanto para a redução da demanda máxima do sistema”. Apesar da indicação, o governo decidiu manter o Horário de Verão este ano, mas para o período 2018/2019 a medida será reavaliada.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações da Agência Brasil


0 comentários:

Postar um comentário