sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Câmara Técnica do Programa de Revitalização do São Francisco planeja novas ações para revitalizar o rio


Foto: Codevasf/Divulgação

A Câmara Técnica do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CT-PRSF) iniciou os estudos de integração dos diferentes planos setoriais para dar continuidade às ações de revitalização do Velho Chico. As instituições envolvidas irão propor uma estratégia de longo prazo para o programa.

A última reunião da CT-PRSF, realizada na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Brasília (DF), deu continuidade aos trabalhos discutidos durante o seminário “Instrumentos de Suporte à Decisão do Programa de Revitalização das Bacias Hidrográficas do Rio São Francisco”, realizado pela Codevasf, em maio deste ano.

O gerente de Meio Ambiente da Codevasf, Sérgio Henrique, explicou a finalidade deste encontro. “O objetivo do encontro foi dar início ao estudo que vai integrar os diferentes planos setoriais para que a gente tenha uma visão convergente acerca do que é necessário ser feito para a revitalização do São Francisco”, afirmou.


Durante a reunião, as instituições analisaram e apresentaram considerações acerca do planejamento de trabalho dos próximos seis meses. Os debates internos da Câmara Técnica têm o intuito de integrar as diferentes visões dos planos setoriais existentes, levando em consideração a base de dados geoespacial e as prioridades de cada instituição.

Ficou definido que as instituições que compõem a Câmara Técnica e outras eventualmente convidadas, irão propor uma estratégia de longo prazo para o Programa; uma carteira estratégica de ações – conjunto de ações específicas – de curto e longo prazo; a sistemática de monitoramento e avaliação das ações, incluindo indicadores.

Segundo cronograma de trabalho apresentado na reunião, o próximo encontro está marcado para 28 de novembro. Estiveram presentes na última reunião, membros da CT-PRSF; representantes da Casa Civil, Serviço Florestal Brasileiro, Ibama, Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e dos ministérios do Meio Ambiente, Integração Nacional e Planejamento, além de entidades convidadas.

Câmara Técnica

Em 9 de agosto de 2016, o Decreto nº 8.834, da Presidência da República, reorganizou o Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e instituiu a Câmara Técnica, presidida pelo Ministério da Integração Nacional – responsável pelo planejamento, interlocução e integração entre os diversos órgãos que compõem o Comitê Gestor do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, além de propor ações, obras, metas, metodologias e sistemas de avaliação para o trabalho de revitalização do rio. As propostas são levadas para avaliação do Comitê Gestor do Plano Novo Chico, presidido pela Casa Civil da Presidência da República.

Os eixos principais das ações são: planejamento e monitoramento; gestão e educação ambiental; proteção e uso sustentável dos recursos naturais; saneamento, controle de poluição e obras hídricas; e economias sustentáveis. A Codevasf participa da coordenação de um dos eixos de trabalho, no qual serão propostos objetivos, metas e indicadores relacionados a economia sustentável, contribuindo, ainda, com os demais eixos.

Codevasf


0 comentários:

Postar um comentário