domingo, 15 de outubro de 2017

Alepe adere à campanha nacional de doação de lenços no Outubro Rosa


A ação “Doe Lenços”, promovida pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), contará com o apoio da Assembleia Legislativa de Pernambuco. A iniciativa faz parte da Campanha Outubro Rosa, que visa conscientizar a população sobre a importância da prevenção do câncer de mama. Um ponto de arrecadação será disponibilizado no hall de entrada do Edifício João Negromonte Filho (Anexo II), na Rua da União (centro do Recife), entre os dias 16 e 27 de outubro. Os lenços doados na Alepe serão entregues ao Hospital de Câncer de Pernambuco nos últimos dois dias deste mês.




“É importante o engajamento do Parlamento Estadual em ações de prevenção, a exemplo dessa campanha da Unale”, afirmou o presidente da Casa, deputado Guilherme Uchoa (PDT), que há 20 anos se curou de um câncer de mama, apesar dos prognósticos negativos. A condição é rara entre os homens, mas também pode ser fatal: de acordo com o Ministério da Saúde, das 14.786 pessoas que morreram em decorrência dessa enfermidade em 2014, 161 eram do sexo masculino.


No biênio 2016/2017, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 596 mil novos casos da doença no Brasil, sendo mais de 10% deles de diagnósticos na mama. Primeiro-secretário da Alepe e secretário-geral da Unale, o deputado Diogo Moraes (PSB) pontuou a relevância da ação, que será realizada em Assembleias de todo o País. “A detecção precoce aumenta as chances de cura e minimiza a necessidade de tratamentos mais severos, como quimioterapia e mastectomia”, destacou.

Essa não é a primeira iniciativa da Alepe, neste ano, em apoio ao Outubro Rosa. Desde o início do mês, o Museu Palácio Joaquim Nabuco e o Edifício Miguel Arraes ganharam iluminação especial alusiva ao movimento. A campanha, de abrangência mundial, foi criada na década de 90, nos Estados Unidos, com o propósito de estimular a participação popular na busca e difusão de informações e aumentar o número de diagnósticos precoces do câncer de mama, reduzindo os índices de mortalidade.

Alepe


0 comentários:

Postar um comentário