domingo, 10 de setembro de 2017

Reposição hormonal é contraindicada para algumas mulheres


A chegada da menopausa é acompanhada pela diminuição da produção de hormônios e sintomas bem característicos, como ondas de calor e secura vaginal. Para atenuar essas reações, a reposição hormonal é vista como alternativa. O ginecologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Fernando Moreira de Andrade, no entanto, alerta que nem todas as mulheres podem recorrer a esse método.

De acordo com o médico, mulheres que apresentam um histórico de câncer de mama e ovário, ou lesões nestes locais, devem ser devidamente avaliadas para evitar consequências não desejadas.

"É preciso checar se a paciente não tem nenhuma lesão na mama ou no ovário, mesmo que pequena. Os hormônios podem acelerar o processo de desenvolvimento e estará alimentando um câncer", complementa.

Como alternativa para atenuar essas manifestações, o ginecologista ressalta que para esse grupo de risco é possível inserir um tratamento alternativo, com medicamentos fitoterápicos, à base de plantas, e mudanças de hábitos, como uma dieta saudável e prática regular de atividade física.

Andrade explica ainda que sintomas como ondas de calor, secura vaginal e queda de cabelo são reações naturais decorrentes da vida útil do ovário. "O ovário tem uma vida útil de aproximadamente 30 anos, a partir disso, eles já começam a produzir menos hormônios, como a progesterona e o estrógeno."

A dica de bons hábitos de vida não é exclusiva para as mulheres que não podem repor os hormônios. O especialista acredita ser a primeira opção para tratar esse período. "Incentivo a paciente a ter um controle de vida com mais atividade física, uma dieta melhor e opções alternativas; a medicação vem por último."

COMPLEXO HOSPITALAR EDMUNDO VASCONCELOS

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.400 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 - Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, conquistado pelo sexto ano consecutivo em 2016.

Rua Borges Lagoa, 1.450 - Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo.
Tel. (11) 5080-4000
Site: www.hpev.com.br
Facebook: www.facebook.com/ComplexoHospitalarEV
Twitter: www.twitter.com/Hospital_EV
YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV

Tree Comunicação


0 comentários:

Postar um comentário