sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Polícia identifica suspeito de matar sargento em Alagoas

Sargento da reserva morto em Pilar, Aristeu Souza Oliveira (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

Policiais militares foram até uma residência na Chã do Pilar, na noite de quinta-feira (7), após uma denúncia anônima de que o suspeito de assassinar o sargento da reserva, Aristeu de Souza Oliveira, 52, estava no local.
O sargento trocou tiros com o suspeito em via pública no último domingo (3). Ele foi baleado npo abdômen e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde morreu no centro cirúrgico. De acordo com a polícia, o suspeito do crime teria matado o filho do sargento no ano passado.

Ao chegar ao local, a polícia encontrou Shirlei de Cassio Albuquerque Gomes, 34, que informou que Alexandre França da Silva, conhecido como “Feroz”, saiu de casa pela manhã e até o momento da abordagem não havia retornado. A polícia não informou se Shirlei tem algum parentesco com o suspeito.

Militares do 8º Batalhão fizeram buscas na casa e encontraram um rifle calibre 38, uma metralhadora MT 12 calibre 9 mm, com 17 munições, pedras de crack, balanças de precisão, além de cinco cadernetas com supostas anotações sobre o tráfico.

Shirlei disse aos policiais que não sabia a quem pertencia as armas e as drogas encontradas na casa.
O delegado Gilson Rego fez um Boletim de Ocorrência (BO) de auto de apresentação e apreensão de armas e drogas.

G1 AL


0 comentários:

Postar um comentário