sábado, 2 de setembro de 2017

Petrolândia: Ginásio Municipal, Escola de Jatobá, EREM de Jatobá - 60 anos de história na educação do município





No final do mês de julho passado, a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) de Jatobá, situada em Petrolândia, celebrou seu 60º aniversário. A instituição de ensino foi criada em 27 de julho de 1957, com o nome de Ginásio Municipal de Petrolândia, na sede do município. Posteriormente, tornou-se a estadual Escola de Jatobá - Ensino Fundamental e Médio. Este ano, com educação em horário integral, se transformou na EREM de Jatobá.

Na comemoração dos 60 anos, a pedido da nossa reportagem, a direção da EREM de Jatobá nos enviou o texto abaixo.

Ao longo de sua história buscando oferecer uma educação de qualidade formamos a Família Jatobá (alunos e ex-alunos, professores e ex-professores, funcionários e ex-funcionários), que unidos aos nossos parceiros dessa história (pessoas que nos ajudaram e/ou ajudam nessa busca) apoiando ou auxiliando direta ou indiretamente o nosso trabalho, construímos saberes e formamos cidadãos dos quais hoje nos orgulhamos muito.

E como família é lugar de benção e afeto, o nosso agradecimento e o nosso carinho a todos que fazem parte da Família Jatobá e a todos que nos acompanharam ao longo desses sessenta anos, comemorados em 27 de julho de 2017 com um evento digno da história dessa unidade de ensino e com apresentações que relataram seus feitos e abrilhantaram a festa.

Este blogueiro foi aluno do (na época) Colégio Municipal de Petrolândia (velha) e, entre as muitas lembranças da escola, há dois fatos que os estudantes da atual EREM provavelmente desconhecem: a escola não era gratuita e o o aluno só passava do portão se estivesse com o fardamento rigorosamente correto, e pago a mensalidade.  A experiência de ser mandado de volta para casa e perder aula por estar calçado com meias vermelhas não é fácil de esquecer. Além da exigência do fardamento, só era permitido a entrada se o aluno tivesse de meias azul ou preta.

O ex-prefeito José Dantas também passou pelos "aperreios" proporcionados pela escola pública paga. Foi durante o mandato dele que a Escola de Jatobá (na época Colégio Municipal) foi estadualizada. Colhemos o depoimento dele, atualmente vereador da vizinha cidade de Jatobá.

Perguntamos ao ex-prefeito sobre suas lembranças da Escola, nos tempos de estudante, e se ainda lembrava do ano em que aconteceu a estadualização - época em que já era prefeito de Petrolândia. Também pedimos a confirmação do ex-prefeito, em relação ao aluno [na época ] ter que pagar para estudar.

"Eram, na verdade, três escolas, [mas] há possibilidade de estar enganado: Ginásio Municipal, Colégio Comercial São Francisco (curso técnico de contabilidade) e tinha um curso de professor [Magistério], a nível de segundo grau. O ano da estadualização deve ter sido 80 ou 81, no governo Marco Maciel, que foi governador de 79 a 82. O prefeito era eu realmente. Pagava-se mensalidade sim, a menos que [o aluno fosse] da corrente do prefeito, que "ganhava" bolsa de estudos. Algumas vezes, quando estudante, voltei do portão por não ter pago a mensalidade, o que motivou muito a lutar pela estadualização das escolas, tendo conseguido com Marco Maciel.'' , declarou Dr. José Dantas.

Agradecemos as fotos gentilmente cedidas por Dr. José Dantas ao Blog de Assis Ramalho para ilustração desta matéria.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações da EREM de Jatobá e Dr. José Dantas de Lima
Fotos: Acervo pessoal Dr. José Dantas de Lima


0 comentários:

Postar um comentário