sábado, 2 de setembro de 2017

Convênio com Senac e Senai garante mais de 700 cursos de qualificação profissional para reeducandos em Pernambuco

Foto: Fernando Portto/SJDH

Detentos do Sistema Prisional ganham novas oportunidades de qualificação profissional a partir de setembro. O Termo de Cooperação Técnica com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) foi assinado, na última quarta (30/08), pelo secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, e o Executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues.

Estiveram presentes também na cerimônia, na sede da SJDH, o gestor do Senai/Caruaru, Edson Simões, o presidente regional do Senac, Josias Silva de Albuquerque, além da superintendente de Capacitação e Ressocialização, Valéria Fernandes, e a gerente de Educação e Qualificação Profissional, Edvany Oliveira, ambas da Seres. Secretários executivos da SJDH e demais representantes das duas instituições marcaram presença.
“Para nós é muito importante porque nós entendemos que a ressocialização só é eficiente e só se realiza efetivamente se tivermos formação de mão de obra porque o reeducando deixando o sistema vai ter que se preparar para o mundo”, afirma o secretário Pedro Eurico. A ação beneficiará 760 detentos, sendo 340 do Senac e 420 do Senai, em diversos cursos profissionalizantes como formação de garçom, artesanato de sandálias, preparação de bolos e tortas clássicas, produção de derivados de leite/queijo, bombeiro hidráulico, cultivo de plantas medicinais e design de sobrancelhas.

“Nós precisamos vencer essa situação através de um trabalho conjunto. O governo está disposto a promover a mudança e nós a colaborar”, informa o presidente Josias. Os cursos do Senac ocorrerão na região Metropolitana do Recife e o Senai impulsionará a ressocialização nas unidades do Interior do Estado.

SJDH-PE


0 comentários:

Postar um comentário