quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Empresário petrolandense de banda musical estaria envolvido em esquema de desvio de recursos públicos de município alagoano, diz PF

Delegados da PF falam sobre investigação de desvios de recursos em Olivença (AL); As ações acontecem nos municípios alagoanos de Olivença e Santana do Ipanema, além de Petrolândia (PE), Jardim (CE) e Fortaleza. (Foto: Carolina Sanches/G1)

A Polícia Federal informou no começo da tarde desta quinta-feira (21) que bandas de Pernambuco e Ceará estão evolvidas no esquema que desviou recursos públicos do município de Olivença, no interior de Alagoas.

Com o objetivo de recolher provas e depoimentos de suspeitos de envolvimento no esquema, a PF desencadeou nesta quinta a operação denominada “Miolo de Pote”. As ações acontecem nos municípios alagoanos de Olivença e Santana do Ipanema, além de Petrolândia (PE), Jardim (CE) e Fortaleza (CE).

De acordo com a PF, a investigação teve início com a instauração de inquérito policial para apurar indícios de mau uso de recursos públicos pela gestão municipal de Olivença.

"As bandas eram pagas com valores superfaturados. Em um deles por exemplo, foram pagos 15 mil e a banda só ficava com 10, devolvendo o restante para alguém da prefeitura", disse o delegado Daniel Silvestre.

O delegado Fábio Maia explicou que dentro de uma outra investigação da PF foram descobertas gravações que apontavam a fraude. "Nessas gravações os envolvidos conversavam sobre o que faziam no esquema", disse.

Por G1 AL


0 comentários:

Postar um comentário