quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Alunos de Design criam projeto de transformação do lixo reciclável com a impressão 3D


Modelo de economia circular agrega valor às cooperativas de reciclagem a partir da capacitação dos cooperados

Tendo em mente o cenário da coleta de lixo em São Caetano do Sul, alunos do último ano de Design do Instituto Mauá de Tecnologia desenvolveram um projeto que tem como objetivo imprimir, em uma impressora 3D, peças de decoração trabalhadas a partir de materiais recicláveis.

Chamado de Circulare, o projeto baseou-se em um estudo realizado pelos estudantes Aileen Sacrini, Henrique Morato, Luan Bortolasso e Vinícius Ribeiro, no qual os cooperados da cidade de São Caetano do Sul têm um alto fluxo de trabalho para separar cerca de 40 toneladas de lixo por mês. No valor de revenda, muitos desses produtos separados não chegam a R$ 0,05 (cinco centavos) o quilo.

O baixo valor agregado ao trabalho dos cooperados, a falta de motivação e qualificação lavram os alunos do curso de Design a encontrarem uma solução inovadora, criando um sistema de produção com a tecnologia 3D, para transformar resíduos funcionais com design arrojado.

Para isso, será necessário capacitar os cooperados para manusear as impressoras, o que pode, inclusive, auxiliá-los em outras posições no mercado de trabalho. Com todo esse novo sistema, será possível tratar diferentes formas de trabalho para os cooperados, mais dinâmicas, com maior valor agregado e motivação.

O resultado desse projeto será apresentado ao público no Instituto Mauá de Tecnologia, na Eureka, nos dias 27 a 29 de outubro, das 14h às 20h30, no campus de São Caetano do Sul.

RMA Comunicação – Assessoria de Imprensa do Instituto Mauá de Tecnologia


0 comentários:

Postar um comentário