quinta-feira, 24 de agosto de 2017

INSS pagará primeira parte do 13º salário a partir desta sexta (25)


A antecipação da primeira parcela do abono salarial, mais conhecida como 13° salário, começa a ser paga a partir desta sexta-feira (25) para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de todo o País. Mais de 29 milhões de beneficiários receberão a parcela, equivalente a 50% do valor do 13°.

Isso significa uma injeção de, pelo menos, R$ 19,8 bilhões nos meses de agosto a setembro. Em Pernambuco, são mais de um milhão de beneficiários, mobilizando R$ 705 milhões. No Nordeste, 7,7 milhões de pessoas vão receber R$ 4,2 bilhões.

O depósito vai acompanhar o pagamento da folha mensal do INSS. Eles começam a ser liberados a partir do dia 25 e seguem até 8 de setembro. Segundo o Ministério da Fazenda, não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) nesta primeira parcela. O IR será cobrado em novembro e dezembro, quando será paga a segunda parcela.

A maior parte dos beneficiados receberá 50% do valor da gratificação. As exceções são para aqueles que passaram a receber o benefício depois de janeiro. Para esses casos, o valor será calculado proporcionalmente.


Os segurados que estão no auxílio-doença também receberão menos da metade. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período. Por exemplo, um benefício iniciado em janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º terceiro salário calculado sobre oito meses.

O segurado receberá, portanto, metade deste valor. Em dezembro, caso ainda esteja afastado, o segurado irá receber o restante. Se tiver alta antes, o valor será calculado até o mês em que o benefício vigorar e acrescido ao último pagamento do benefício.

Por lei, os segurados que recebem benefícios Assistenciais (LOAS) não têm direito ao 13º salário, que corresponde a cerca de 4,5 milhões de benefícios.

Consulta
O INSS liberou na sexta-feira passada a consulta ao extrato das aposentadorias e pensões de agosto, incluindo a primeira parcela do 13º salário. A consulta ao extrato na internet é feita pelo portal Meu INSS. Será preciso cadastrar uma senha para acessar o novo sistema de serviços do órgão.

O cadastro é totalmente online, se o segurado acertar todas as perguntas feitas pelo INSS sobre seus empregos antigos e contribuições previdenciárias. Se tiver dificuldades, o segurado pode ir até uma agência da Previdência Social ou telefonar para a Central 135.

A consulta ao extrato ainda pode ser feita no banco onde o benefício é recebido e no posto do INSS, sem a necessidade de agendamento.

Folha de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário