quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Em Penedo, Lula fala em candidatura à Presidência da República em 2018 ''vou para ganhar e mostrar como se governa uma Nação”

Lula atravessou o Rio São Francisco e chegou a Penedo para seguir em contato com a população (Foto: Roberto Miranda)
 
 

Cumprindo a agenda da Caravana Lula Pelo Brasil, o ex-presidente desembarcou nesta terça-feira (22) em Alagoas, cruzando o combalido Rio São Francisco.

Lula foi recepcionado na Praça Comendador Peixoto, em Penedo, por milhares de populares, militantes e movimentos sociais. Ao desembarcar no Porto das Balsas, a poucos metros, ele discursou em um trio elétrico, usado como palanque, fazendo recordar os eventos históricos do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em sua primeira cidade em Alagoas, Lula foi recepcionado pelos peemedebistas, governador Renan Filho e senador Renan Calheiros.

Em seu discurso, o ex-presidente da República garantiu que está pronto para retornar ao cargo ao disputar a eleição em 2018.

“Disseram-me que em Penedo não teria ninguém na recepção. Pois bem, quero agradecer a presença de todos, inclusive do governador Renan Filho, por estar aqui e não temer perseguição de Brasília. Vou ser rápido e falar porque resolvi viajar pelo Brasil, apesar da minha idade. Eu deveria estar em casa, jogando dominó, assistindo TV e Netflix. Coisas normais de um aposentado, mas, decidi percorrer o Brasil e conversar com todos, escutar e ver de perto a situação do meu Brasil. Estou convencido que essa gente não sabe governar. Isso é uma coisa que eu sei muito bem. E vou dar um aviso para todos: ‘se deixarem eu ser candidato, vou para ganhar e mostrar como se governa uma Nação”, assegurou o ex-presidente durante o seu pronunciamento em praça pública.

Lula também fez questão de relatar alguns acontecimentos durante a sua viagem pelo Nordeste e citou a decisão da justiça em não permitir que ele recebesse título de Doutor Honoris Causa de uma Universidade Federal da Bahia.

“Um juiz negou o direito que eu fosse homenageado com título de Doutor Honoris Causa por uma faculdade da Bahia. Ao invés de negar, ele conseguiu que eu recebesse uma horaria ainda maior porque uma quilombola recebeu o titulo de doutora. Esse título ninguém pode tirar de mim. Por esses e outros motivos resolvi percorrer o Brasil. O País piorou tanto com esse presidente [Michel Temer]. Ele está vendendo tudo. Se o Temer não sabe governar, ele precisa aprender ”, provocou Lula. *Correspondente em Penedo

Renan Filho: “Nordeste teve vez com Lula no governo”

O governador Renan Filho e o senador Renan Calheiros receberam o ex-presidente da República. O prefeito de Penedo, Marcius Beltrão (PDT) não participou da comitiva porque está em missão internacional e foi representado por seu vice, Ronaldo Lopes.

Para Renan Filho, ao precisar escolher em quem votar, vai optar pelo candidato que mais trabalha e luta pelos mais necessitados. O clima durante a parada em Penedo foi de campanha, inclusive posta pelo próprio Lula.

“Estou muito satisfeito em estar aqui o recebendo o ‘presidente’ Lula. Quero destacar três pontos em sua passagem por Alagoas. Primeiro, o Nordeste só cresceu no seu governo. O único presidente a olhar por nós. Segundo, em seu governo os municípios pequenos receberam atenção e recursos, para começar a trabalhar pelos mais necessitados, com políticas voltadas a saúde e educação. E terceiro, se tiver de escolhermos pessoas que vão trabalhar pelos mais necessitados, vamos escolher quem trabalha como você. O pobre passou a ter prioridades e viver com dignidade. Alagoas passou a ter muitos benefícios com você. Alagoas, o Nordeste e o Brasil são gratos pelo que o senhor fez”, enfatizou Renan Filho.

A caravana Lula Pelo Brasil já cruzou os estados da Bahia Sergipe e chegou ontem a Alagoas. Nesta quarta, Lula receberá o título Doutor Honoris Causa em Arapiraca.

Tribuna Hoje-AL


1 comentários:

Postar um comentário