sexta-feira, 4 de agosto de 2017

"Comida não pode deixar de ser prazerosa", afirma nutricionista no Ponto a Ponto

Nutricionista Roberta Cassani (Foto: Divulgação)

Os modismos das dietas e as buscas "mágicas" para a vida saudável são assuntos do Ponto a Ponto deste sábado (5), à 0h, na BandNewsTV. O sociólogo Antonio Lavareda e a jornalista Mônica Bergamo conversam com a nutricionista Roberta Cassani, doutora em Investigação Biomédica (USP) e colunista do G1. No domingo, 6, o Ponto a Ponto é reprisado às 17h30.

Nos últimos 10 anos, vários tipos de dietas ganharam fama, como a do jejum intermitente, a dieta da maçã, da papinha, dukan, entre outras. Segundo a nutricionista Roberta Cassani, a Nutrição é uma ciência como qualquer outra e assim deve ser encarada. "É um problema sério. Temos que, cada vez mais, buscarmos trabalhar com a individualidade. Comida não pode deixar de ser prazerosa", disse.

Em pesquisa divulgada ano passado (Vigitel), o Ministério da Saúde identificou que mais da metade dos brasileiros têm excesso de peso (57,7% dos homens e 50,5% das mulheres). "Um dos pontos que nos preocupa é a barriguinha, que é, nada mais, nada menos do que a quantidade de gordura visceral envolvendo os órgãos principais: pâncreas, intestino etc", argumentou. Outro dado alarmante é que, em 10 anos, a obesidade aumentou quase 10% (em 2006, era de 11,8%; em 2016, 18,9%). "O sobrepeso é quando tudo começa", afirmou.

A nutricionista Roberta Cassani é doutora em Investigação Biomédica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP) e pesquisadora-colaboradora do Laboratório de Genômica Nutricional na Faculdade de Ciências Aplicadas (UNICAMP). Ela também é especialista em Nutrição em Cardiologia pela Sociedade de Cardiologia de SP e membro da Diretoria da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN).

Serviço: Nutricionista Roberta Cassani no Ponto a Ponto
Sábado (5), à 0h, na BandNewsTV
SL.MCI Comunicação


0 comentários:

Postar um comentário