terça-feira, 1 de agosto de 2017

Codevasf estrutura comunidade para produção de pólen em Sergipe

Fotos: Codevasf/Divulgação 

A produção de pólen no município sergipano de Brejo Grande contou com um reforço importante no primeiro semestre de 2017. Nesse período, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) capacitou 20 jovens produtores do povoado Brejão dos Negros por meio do Projeto Amanhã, além de estruturar a comunidade com kits de produção de pólen. A ação inseriu 120 novas colmeias de pólen no povoado a fim de fortalecer uma vocação econômica local

De 2014 até agora, o investimento da Codevasf no povoado foi de aproximadamente R$ 97,5 mil, valor aplicado no fornecimento de 31 kits familiares de produção e de equipamentos para processamento final do pólen.

No primeiro semestre, foram duas capacitações no povoado Brejão dos Negros, onde foram ensinadas técnicas de manejo para alimentação de abelhas e técnicas básicas para produção de pólen. O principal objetivo das capacitações foi formar novos produtores no povoado, que tem hoje a produção de pólen como uma das principais fontes de renda. Os cursos foram ministrados pelo engenheiro florestal da Codevasf Ronaldo Fernandes.

Um dos jovens que participou da capacitação disse que a experiência foi transformadora. “Foi um curso muito produtivo porque a gente aprimorou os nossos conhecimentos sobre a apicultura e facilitou que a gente colocasse em prática o que aprendemos na teoria. Antes a gente tinha muita dificuldade nessa parte da alimentação”, explicou o apicultor José Ermício Ferreira.

O jovem apicultor contou que as técnicas de manejo aprendidas já foram colocadas em prática em um apiário utilizado como teste, com resultados visíveis. “O instrutor nos ensinou o passo a passo para alimentar as abelhas com produtos alternativos, com um custo menor do que no método tradicional. Isso já ajudou a fortalecer o nosso enxame”, declarou.

“É muito gratificante termos recebido um kit de produção da Codevasf junto com essa capacitação”, completou o jovem. A família de José Ermício foi uma das 12 contempladas com os kits de produção de pólen em abril deste ano.

Em agosto, uma nova capacitação deverá ser ofertada no povoado Brejão dos Negros, desta vez para ensinar sobre divisão de enxames, contribuindo para fortalecer essa vocação econômica da comunidade. “O Projeto Amanhã tem buscado incentivar esses jovens a ingressar na atividade apícola e na produção de pólen por meio de capacitações”, afirmou Valdirene Nascimento, coordenadora do Projeto Amanhã da Codevasf em Sergipe.

Projeto Amanhã



O Projeto Amanhã é uma iniciativa social da Codevasf que tem por finalidade fomentar a organização e a capacitação dos jovens rurais na faixa etária de 14 a 26 anos, matriculados em instituições de ensino formal. "A Codevasf, por meio do Projeto Amanhã, tem promovido avanços nas estratégias de responsabilidade social ao inovar suas ações às propostas e metas dos programas do governo federal, com jovens rurais capacitados e inseridos no mercado de trabalho", informou a gerente de Desenvolvimento Regional da Codevasf, Janleide Costa.

Segundo Janleide Costa, as atividades nas áreas de apicultura, ovinocaprinocultura, piscicultura e fruticultura, por estarem inseridas nas atividades finalísticas da Codevasf, são priorizadas visando contribuir no fortalecimento e na estruturação dos sistemas produtivos existentes na região.

A coordenadora executiva do Projeto Amanhã, Maria da Conceição da Silva, destacou que o projeto promove as atividades educativas para os jovens rurais a fim de fomentar a qualificação e a preparação para a obtenção do primeiro emprego, com autonomia e competência, em empreendimentos agropecuários e agroindustriais. "Essas atividades são oferecidas de acordo com as demandas, as características do mercado local e regional e, principalmente, os anseios dos jovens, respeitando sua cultura e sua tradição", disse.

Codevasf


0 comentários:

Postar um comentário