sexta-feira, 21 de julho de 2017

SecMulher-PE comemora destaque das mulheres no Funcultura Audiovisual 2016-2017


A participação das mulheres na produção do Funcultura Audiovisual 2016/2017 aumentou em mais de 100% em relação à edição anterior. Dos projetos dirigidos e roteirizados aprovados pelo Funcultura, 46% foram apresentados por mulheres. Na versão anterior, foram 22%. Essa representatividade coloca Pernambuco à frente da média nacional de participação feminina que é de apenas 20% de diretoras e roteiristas, segundo dados da Ancine.

Esses números são indicadores de resultado de um conjunto de ações que vêm sendo desenvolvidas pela Secretaria da Mulher e Secretaria de Cultura de fomento à produção cultural das mulheres em Pernambuco.

Para incentivar a participação das mulheres no edital, a SecMuher-PE realizou duas oficinas que atenderam 90 mulheres. A primeira foi para a elaboração de Projetos para o Funcultura Popular – Mulheres. Nesse, a produtora cultural Elaine Una, da Casa Coletiva, responsável pela oficina, fez um trabalho voltado ao conhecimento dessa importante ferramenta de fomento à cultura no Estado de Pernambuco. Elaine também ofereceu ferramentas para facilitar às mulheres participantes o acesso às políticas públicas que subsidiam o edital e as estratégias de elaboração dos seus projetos.

Já a segunda oficina, foi voltada ao estímulo da participação das mulheres no Audiovisual. A Oficina Documentando de Realização Audiovisual foi ministrada pelo Cineasta Marlon Meireles. O objetivo da oficina foi fomentar reflexões teóricas e exercícios práticos, por meio da análise de obras de diferentes cinematografias, assim como estimular a consciência de que o cinema é um instrumento de construção da realidade, permitindo que as participantes observem as possibilidades de abordagem narrativas, dispositivos e processos de trabalho. Ao término do curso foi produzido o curta metragem Vida Aparecida, que retratou a história da flanelinha mais antiga em atuação no Bairro do Recife.
“A Secretaria da Mulher de Pernambuco comemora esse resultado que demonstra o acerto de sua estratégia de promover ações de fortalecimento e ampliação da produção cultural das mulheres, enfatizando seu papel como protagonistas nos processos criativos, de gestão e produção do fazer cultural”, explica Dóris Cavalcanti, secretária estadual da Mulher interina.

SecMulher-PE


0 comentários:

Postar um comentário