segunda-feira, 10 de julho de 2017

Petrolândia: Prefeitura afasta bombeiros e prejudica abastecimento de água no Projeto Apolônio Sales, denuncia Ana Patrícia Jaques Marques

Reservatório do Projeto Apolônio Sales

Hoje pela manhã uma triste notícia, os moradores do projeto Apolônio Sales ainda sem água. Tudo isso pela grande ação do governo municipal no início da gestão: Tirar o bombeiro do projeto. São 100 colonos e mais de 400 famílias que não tem a dignidade de receber água, pelo simples motivo de a prefeitura não QUERER pagar 1 SALARIO de um bombeiro, enquanto sabemos que alguns funcionários são desviados de função, outros emprestados para outros órgãos e outros ganhando salários altíssimos e diárias exageradas.
Hoje no projeto existem 4 fábricas que tentam gerar emprego e renda para o município, e NUNCA alguém procurou ou chamou esses empresários para gerar o desenvolvimento da cidade, a ação deles foi perseguição e CORTE de água. Qual a fábrica que funciona sem água?? Qual família vive sem água?, e qual horta ou roça vive sem água?
E o mais triste disso tudo, morando as margens do rio são Francisco.
Ainda fizeram um tal de carnê para que o povo pagasse mensalidade para o pagamento do bombeiro..absurdo, pagamos nossos impostos..queremos ao menos água.
Marcando aos amigos e os envolvidos para tentarem fazem alguma coisa, já que escutei várias versões de quem seja a culpa e não resolvem nada, e o povo bolando sem solução.

Ana Patricia Jaques Marques

Nota do Blog de Assis Ramalho: A mensagem acima, postada em rede social por Ana Patrícia Jaques Marques, por volta das 9h30 desta segunda-feira (10), gerou grande repercussão e recebeu comentários de várias pessoas, entre elas a síndica do Projeto Apolônio Sales, Joana Nogueira, que, pouco após as 11h00, comunicou que o fornecimento de água potável foi restabelecido no Projeto.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações de Ana Patrícia Jaques Marques e Joana Nogueira


0 comentários:

Postar um comentário