terça-feira, 11 de julho de 2017

FIEPE sugere mudanças nas regras de captação de água do rio São Francisco


O setor industrial reafirmou nesta terça-feira (11) em Petrolina - PE a intenção em dialogar com a Agência Nacional de Águas (ANA) para atendimento das exigências impostas pela Resolução ANA No 1.043, de 19 de junho de 2017, que proíbe as captações de água no rio São Francisco às quartas-feira.

Representantes da Unidade Regional Sertão do São Francisco da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), apresentaram a proposta da entidade, que sugere o cumprimento da norma denominada de o Dia do Rio para os usuários industriais e de mineração que tem captação de até 13 horas por dia, conforme requerimento de outorga.

Outro ponto defendido pelo setor produtivo através da Confederação Nacional da Indústria (CNI) com o apoio da FIEPE e outras federações da região Nordeste, refere-se também aos usuários industriais e de mineração que tem captação acima de 13 ou mais horas diárias. Para estes a restrição seria de 14% do volume mensal captado, considerando como referência o mês anterior ao da publicação dessa resolução.

De acordo com o conselheiro regional da FIEPE, Milton Bin, o setor industrial reconhece os problemas decorrentes da estiagem prolongada na Bacia do Rio São Francisco e está disposto a contribuir no que for necessário. “Conscientes dos esforços para atenuar os efeitos da prolongada estiagem nos comprometemos, a partir de um prazo de adaptação de 60 dias, a uma redução em 14% das vazões captadas pelo setor industrial e mineração”, adiantou Milton Bin.

A reunião, coordenada pelo deputado federal Guilherme Coelho (PSDB), foi aberta pelo prefeito do município, Miguel Coelho (PSB) e contou com explanações do presidente da Câmara de Fruticultura de Juazeiro – BA, Ivan Pinto e do diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo. Após as palestras, um público formado basicamente por produtores agrícolas e industriais encerrou o encontro no auditório do Petrolina Palace Hotel com um movimentado debate.

CLAS Comunicação & Marketing


0 comentários:

Postar um comentário