quarta-feira, 5 de julho de 2017

Câmara de Vereadores de Salgueiro realiza primeira sessão ordinária após recesso


Ao terceiro (03) dia do mês de julho do ano de dois mil e dezessete, às dez horas, na sede da Câmara Municipal de Vereadores do Salgueiro – situada à Praça Professor Urbano Gomes de Sá, nº 14, nesta cidade do Salgueiro, Estado de Pernambuco, realizou-se a Primeira Reunião Ordinária do Segundo Período da Primeira Sessão Legislativa da Câmara Municipal de Vereadores do Salgueiro, sob a Presidência do Vereador Auremar Carvalho, assistido pelos secretários/vereadores Flávio Barros, 1º Secretário e Paizinha Patriota, 2ª Secretária. Estiveram presentes os Vereadores Bruno Marreca, Erivaldo Pereira, José Carlos Parente, Veronaldo Gonçalves, George Arraes, Eliane Alves, Antônio Pires, Hercílio de Alencar, André Luiz Alves Neves, Ednaldo Barros e Augusto Matias. Ausência justificada do Vereador Pedro Pereira. Havendo quorum regimental, o Sr. Presidente declarou aberta a sessão “sob as bênçãos de Deus”.

O Vereador Antônio Pires, ocupou à Tribuna. Criticou a falta de assistência no Distrito de Montevidéu, que não teve qualquer atração no período junino fomentada pela gestão do Município. Relatou sobre a corrupção existente no futebol, onde o Salgueiro Atlético Clube foi lesado por uma injustiça praticada pelo árbitro da partida, o que reflete a corrupção nas mais diversas áreas. Falou que o diretor do Salgueiro Atlético Clube deveria questionar judicialmente a postura do árbitro na partida da final do campeonato. Relatou que os torcedores salgueirenses estão indignados com o ocorrido na partida. Relatou a necessidade de um abaixo-assinado para se questionar o resultado da partida entre o Salgueiro e o Sport, além de mostrar a necessidade de se questionar na justiça o resultado da partida, onde os torcedores devem se mobilizar em prol de justiça. Relatou a mácula existente no resultado do jogo.

A Vereadora Paizinha Patriota, no uso do seu tempo regimental. Relatou a alegria pelos 100 anos de idade do Sr. Silvino Firmino de Lima, onde discorreu sua biografia. Falou que a obra de Conceição das Crioulas já foi paralisada novamente, onde pede ao Deputado Gonzaga Patriota que intervenha junto ao Governador para que a obra seja concretizada. Falou do São João de Salgueiro, e da circulação de dinheiro na cidade e não em outras regiões.

A Vereadora Eliane Alves ocupou à Tribuna. Relatou estar atenta aos fatos e notícias que afetam Salgueiro e região. Falou sobre ter chegado o momento de construir resposta aos jovens, esperança, mudança de vida e oportunidade. Descreveu que nesta construção não se pode ser separado por cores, onde todos são salgueirenses . Pediu ao gestor que se comprometeu com o destino de Salgueiro nos próximos quatro anos, onde pede a renovação do compromisso, onde deve se atender as gestantes que pedem exames, os jovens que se afundam nas drogas, as crianças que carecem de melhor alimentação nas escolas, dos artistas que carecem de espaço. Pediu que a população da zona rural seja ouvida e atendida nas necessidades mais elementares com uma maior sensibilidade e compromisso para com todos. Mostrou que todos os Vereadores estão irmanados em ações que venham a beneficiar o povo. Pediu ao gestor que reveja as prioridades até agora apresentadas que só estão a beneficiar empresas de outros Estados e regiões, onde os serviços não estão se quer sendo bem prestados. Falou sobre a exclusão que as empresas genuinamente salgueirenses vêm sofrendo. Questionou quais promessas serão realmente cumpridas nessa gestão. Relatou ser esse o momento necessário para se responder esse questionamento, e, de fato, mudar o direcionamento para enfim atender as necessidades da população que foram objeto de promessas e que até o momento não foram cumpridas. E mostrou a necessidade de compromisso com o serviço público para que todo cidadão possa ser bem servido e atendido.

O Vereador Erivaldo Pereira, Parabenizou o amigo Valdemar Júnior, da GRE, pela descentralização dos jogos escolares. Parabenizou o amigo Hercílio pela festa ocorrida na Oiticica, onde celebrou o casamento de seu filho. Relatou que todos os salgueirenses que gostam de esporte não podem concordar com a postura da Federação Pernambucana de Futebol, onde o time foi prejudicado por erro da arbitragem. Demonstrou a sua indignação com a Federação Pernambucana de Futebol que mesmo com o artifício do vídeo, resolveu anular um gol válido. Relatou que já se passaram 06 (seis) meses de gestão, e que as obras continuam paradas no Município. Pediu a todos os colegas que cobrem com mais força para que os resultados apareçam. Relatou que obras foram reiniciadas e paradas novamente. Pediu para que o Gestor e sua equipe possa colocar Salgueiro novamente na rota do crescimento, onde no momento todos estão inseguros quanto ao futuro de Salgueiro. Mostrou que mesmo no período de recesso, os Vereadores permaneceram com suas atividades, em visitas aos bairros em busca de soluções para os problemas do Município.

O Vereador Ednaldo Barros,Iniciou seu discurso relatando os reclames apresentados pela população em seu programa de rádio, em que vias e regiões da zona rural encontram-se sem iluminação pública, onde urge ações que atendam os anseios da população. Criticou a situação da iluminação pública da Cidade. Mostrou a necessidade de melhorias nos serviços públicos municipais neste semestre. Falou sobre o evento evangélico “sem João com Cristo” em que o Município ajudou na realização do evento na nossa Cidade, momento em que parabeniza o gestor. Criticou o desmando ocorrido na final do campeonato pernambucano, onde a arbitragem e a Federação Pernambucana de Futebol acabaram interferiram no resultado da partida de forma indevida, onde o Salgueiro futebol clube ficou prejudicado. Relatou a importância de se fazer uma nota de repúdio a Federação Pernambucana de Futebol para mostrar e materializar a indignação de todos para com a ação espúria da arbitragem.

O Vereador Augusto Matias ocupou a Tribuna. Expôs sua indignação com o ocorrido no jogo do Salgueiro contra o Sport, onde a federação pernambucana de futebol, por intermédio da arbitragem, foi decisiva para o resultado da partida, prejudicando o time do Salgueiro.

O Vereador José Carlos Parente ocupou a Tribuna. Relatou os altos índices de violência no Município, onde algo precisa ser feito. Parabenizou o Governo do Estado pela entrega de novas viaturas ao batalhão de polícia de Salgueiro. Falou sobre a necessidade de se ir as ruas e reivindicar mais segurança para toda a população e da necessidade de se trazer mais incentivos aos jovens, como um trabalho, arte, um lazer. Relatou a corrupção que os jovens estão sofrendo com as drogas, o álcool e outros meios ilícitos e a necessidade dos órgãos públicos acolherem as pessoas mais carentes do nosso Município para que possam se sentir importantes, e assim, mudarem de vida.

O Vereador Flávio Barros, ocupou a Tribuna. Parabenizou o Sr. Silvino pelo seu aniversário, 100 anos de vida bem vivida. Criticou a postura da federação pernambucana de futebol, e da arbitragem que prejudicou o time do Salgueiro ao invalidar um gol legítimo do time. Parabenizou toda a equipe que direta ou indiretamente fazem parte do time do Salgueiro futebol clube, e pela dedicação a causa. Criticou a forma que a arbitragem interpretou o gol. Mostrou a importância do futebol como meio de ação social. Criticou a paralisação da obra da pista de Conceição das Crioulas.

O Vereador Bruno Marreca, ocupou a Tribuna. Relatou reunião em que participou no Sítio Pau Ferro ontem, em mais um dia de trabalho como Vereador, onde a população pede ao Secretário do Município que resolva a questão do esgoto a céu aberto no Distrito, em que inclusive crateras estão se formando. Falou sobre a necessidade da Caixa Econômica viabilizar o retorno das obras do residencial Santo Antônio, com o devido repasse para que a empresa Constantini para que a mesma possa concluir a obra. Relatou que algumas residências já foram depredadas. Mandou um abraço para o presidente da associação dos coqueiros, onde pede que o agente de saúde possa voltar a passar no Sítio Coqueiro, Vasques, Melancia e região. Pediu celeridade ao Secretário de Saúde para que seja devidamente fornecido os produtos odontológicos aos profissionais de nosso Município. Pediu seriedade ao Governo do Estado para que seja concluídas as obras da pista de Conceição das Crioulas, onde entende que a prioridade do Governo do Estado é para ajudar a população da zona da mata afetados pelas enchentes.

O Vereador Hercílio de Alencar, ocupou a Tribuna. Falou da importância da harmonia de todos e tudo. Relatou que o Gestor do Município está na contramão do que se deve ser feito. Falou que essas empresas de fora não se apresentam como se devem, de modo que as ações destas empresas cheiram a ilícito. Relatou que o jogo do salgueiro foi adiado várias vezes, de modo que esfriou o jogo e os jogadores, onde R$ 100.000,00 (cem mil reais) foram entregues ao salgueiro para que aceitasse o adiamento da decisão. Mostrou o descaso com a anulação do gol legítimo do salgueiro, onde os gestores do time ao aceitarem R$ 100.000,00 (cem mil reais) pelo adiamento não se apresentaram com a postura que deveriam. Pediu ao Prefeito que recue, que mude a forma que está gerindo o Município para atender aos anseios da população.

O Vereador André Luiz Alves Neves, ocupou a Tribuna. Fez um apanhado do primeiro semestre de mandato e do trabalho parlamentar. Criticou o adiamento excessivo do jogo do Salgueiro com o Sport que penalizou muito o time do Salgueiro. Relatou jogadores que acabaram saindo do time durante esse período. Falou dos investimentos que o estádio e o time de Salgueiro tiveram nos últimos anos e a forma ilegítima e imoral que atuou a federação pernambucana de futebol e arbitragem no jogo do Salgueiro contra o Sport. Relatou a questão do adiamento do jogo do Salgueiro e Sport e do adiantamento de verbas que o salgueiro tem direito como forma de tentar segurar os jogadores do time até a partida da final. Parabenizou os grupos e quadrilhas juninas que se apresentaram no São João do Município, onde vários Distritos e regiões rurais tiveram atrações juninas.

O Vereador Auremar Carvalho, ocupou a Tribuna. Explicou a questão dos R$ 100.000,00 (cem mil reais) que o Salgueiro recebeu para manter os jogadores até o jogo da final. Falou o quanto estar indignado com a postura do árbitro de futebol que anulou um gol legítimo do salgueiro futebol clube. Relatou que uma Moção de Repúdio será feita para mostrar a indignação do povo salgueirense com a postura dos árbitros e da federação pernambucana de futebol. Pediu o reinício das obras da pista de Conceição das Crioulas que se encontra parada. Parabenizou o São João realizado no Município por atender as atrações locais.

O Vereador George Arraes, ocupou a Tribuna. Falou do recesso das reuniões e do trabalho parlamentar continuo em reuniões com a população da zona urbana e zona rural e com o gestor do Município. Relatou reunião com representantes da Emsa onde estes informaram que nos próximos dias deve estar se iniciando as contratações. Pediu ao Prefeito e ao Secretário para que se busquem mais investimentos para o Município. Solicitou compromisso ao gestor do Município para com o povo de Salgueiro. Relatou ter sido louvável a prática do gestor em contratar artistas locais para a realização do São João cultural em nossa Cidade. Mostrou o descaso ocorrido com Salgueiro Atlético Clube onde houve um gol legítimo anulado indevidamente pelo árbitro da partida.

O Vereador Veronaldo Gonçalves, ocupou a Tribuna. Desejou os votos de pêsames a família da Sra. Maria Alexandrina que faleceu em Umãs nos últimos dias, em que deseja resignação a família enlutada. Parabenizou Vereador Hercílio de Alencar pelo casamento de seu filho. Criticou a falta de assistência pública no Distrito de Umãs, falta de iluminação pública e conseqüentemente de segurança pública, esgotos a céu aberto, falta de insumos para a saúde. Relatou que a biblioteca pública de Umãs se encontra fechada. Criticou a não realização da obra da Praça de São Sebastião.

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Salgueiro


0 comentários:

Postar um comentário