terça-feira, 18 de julho de 2017

Bons ventos na economia indicam crescimento para a classe empresarial


2017 está sendo um ano de boas novas para empresas de todos os setores. Depois de um ano de crise e com baixa nas vendas, o segundo semestre de 2017 marca a passagem para uma nova fase. Uma maneira de renovar as ações e modificar o cenário atual é investir em marketing promocional.

Buscando a manutenção do bom relacionamento com clientes e fornecedores, as empresas que utilizam o marketing promocional podem alcançar objetivos distintos para a construção e reformulação da marca, aumento das vendas e fidelização de novos clientes.
Para Taylane Lima, empresária no ramo alimentício, foi difícil acreditar que mudanças simples e com poucos custos poderiam fazer tanta diferença. “É preciso pedir ajuda. Sou microempresária, percebi que se não agisse logo, a crise iria me derrubar. O marketing promocional me ajudou a criar novas percepções de ganhos” disse Taylane.

Amábily Nunes, diretora presidente da Power Full, empresa de marketing promocional que atua em todo o território nacional, lembra que independentemente da crise, o consumidor-final continua no mesmo lugar. “Não podemos aceitar a situação econômica, é preciso ir de encontro às dificuldades. É preciso viabilizar maneiras para alcançar o sucesso.

Amábily ressalta que para escolher uma boa campanha de marketing é necessário seguir um passo a passo, tendo os objetivos sempre bem definidos. “As empresas têm uma grande variedade de metas bem estabelecidas que podem ser alcançadas através do marketing”, comenta Amábily. Estimular a fidelização dos clientes, divulgar inovações e projetos sociais, se destacar no mercado, são alguns dos exemplos da consequência em se trabalhar o marketing promocional fora da empresa. “O público-alvo é o fator mais importante do planejamento e é para ele que todas as ações são pensadas”, destacou Amábily.

Rômulo França


0 comentários:

Postar um comentário