quinta-feira, 29 de junho de 2017

Sesi/PE socorre 15 mil famílias de cidades pernambucanas em situação de emergência

Foto: Divulgação/SESI-PE

O projeto Sesi pelo Bem, do Sistema FIEPE liderado pelo Serviço Social da Indústria de Pernambuco, encerra o mês de junho com a marca de socorrer 15 mil famílias atingidas pelas enchentes, que ocorreram no final de maio no Estado. A iniciativa distribuiu cestas com alimentos não-perecíveis para consumo imediato e produtos de higiene pessoal nos 24 municípios que estão em situação de emergência.

Beneficiada pelo projeto, Rilza Santos, moradora de Palmares, uma das primeiras cidades atendidas com o Sesi pelo Bem, fez questão de registrar seu agradecimento. "Eu fui agraciada com uma cesta. Deus continue abençoando esta empresa, porque só sabe quem passa por uma necessidade dessa natureza". A professora da rede estadual, Cleide Fernandes, moradora de Belém de Maria, reforçou "esse ato de solidariedade faz muita diferença. Muito obrigada, em nome de todos nós que neste momento estamos precisando, a esta instituição respeitada no país inteiro em olhar para nossa cidade."
Já o superintendente da entidade, Nilo Simões, afirmou que “a prioridade para nós do Sesi são as pessoas, é isso o que chamamos de responsabilidade social. Por isso, neste momento de tanta dificuldade, nos apressamos para tentar aliviar o sofrimento dessas famílias”. Por isso, as cidades mais necessitadas foram atendidas primeiro e as menos afetadas por último. A entidade investiu cerca de R$ 1 milhão no projeto.

O Sesi pelo Bem começou em 12 de junho. Além de Palmares e Belém de Maria, o projeto atendeu as cidades de Água Preta, Amaraji, Barra de Guabiraba, Barreiros, Caruaru, Catende, Cortês, Gameleira, Ipojuca, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Jurema, Lagoa dos Gatos, Maraial, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, Sirinhaém, Tamandaré e Xexéu.

Assessoria de Imprensa SESI-PE


0 comentários:

Postar um comentário