segunda-feira, 26 de junho de 2017

Na Alepe, Terezinha Nunes registra audiência pública sobre extinção de zonas eleitorais

Terezinha Nunes (Foto: Jarbas Araújo/Alepe)

A deputada Terezinha Nunes (PSDB) divulgou, na Reunião Plenáriada Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta segunda (26), a audiência pública que a Comissão de Justiça fará nesta terça (27) para debater a extinção de zonas eleitorais em Pernambuco. A parlamentar é autora do pedido de realização do debate sobre as modificações previstas nas Portarias nº 207/2017 e 372/2017 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os normativos determinam que as zonas eleitorais tenham, no mínimo, cem mil eleitores cadastrados. Com isso, de acordo com a deputada, em Pernambuco a previsão é de que a quantidade atual seja reduzida em 40%. Isso, segundo ela, vai causar problemas, sobretudo no Interior. “Um só juiz e promotor eleitorais vão responder por vários municípios, o que vai dificultar a realização das eleições e a fiscalização num momento em que a população exige transparência”, discursou.
Terezinha Nunes registrou os convites feitos para que promotores, magistrados e funcionários do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) participem da audiência pública. “Essa resolução, assinada pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, ao contrário do que determina a lei, não foi aprovada pelo Pleno do TSE. Isso está preocupando parlamentares desta Casa, sobretudo os que têm base eleitoral no Interior”, disse Nunes, que convidou os colegas para participar da discussão.


0 comentários:

Postar um comentário