segunda-feira, 19 de junho de 2017

CBH do Lago de Sobradinho apresenta situação do lago


Durante plenária extraordinária realizada na cidade de Sobradinho (BA) , no dia 09 de junho, o Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Baianos do Entorno do Lago de Sobradinho apresentou a situação do reservatório instalado na cidade.

Devido ao longo período de estiagem, a Agência Nacional de Águas (ANA) autorizou no mês de maio a redução da vazão do lago que, atualmente, opera com 600 m³/s. Reflexo da preocupação da comunidade ribeirinha com o volume armazenado que é de 12,92% da capacidade, a proposta apresentada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) na XXXIII plenária para o desligamento das bombas de abastecimento dos projetos irrigados surge como uma alternativa para economia da água.
“Acreditamos que se houver o empenho de todos, teremos uma economia considerável. Isso só será possível com a consciência de que cada um precisa fazer sua parte”, explicou o representante da Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia, Rosalvo de Oliveira Júnior.

A proposta aprovada do “Dia do Rio” deve contar com o apoio da ANA, Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) que deverão realizar a fiscalização. A previsão é que a ação seja feita todas as quartas-feiras a partir do dia 21 de junho. O desligamento das bombas deve ser repetido até o mês de novembro, quando inicia o período de chuva na calha do rio. Nesse mesmo período de acordo com o ONS, Sobradinho deve chegar ao nível de -1,4% de sua capacidade.

Participaram ainda da plenária representante da Câmara Consultiva do Médio São Francisco e Submédio, Universidade Federal do do Vale do São Francisco (Univasf), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA, Prefeitura de Sobradinho e colônia de pescadores.

CBHSF


0 comentários:

Postar um comentário