quinta-feira, 1 de junho de 2017

Brasil e Índia estreitam relações de comércio no V Fórum do Feijão

Comitiva indiana estará presente com o objetivo de ampliar o network no setor

A Câmara de Comércio Índia Brasil confirmou sua participação no workshop sobre exportação que vai ser realizado no dia 22, às 14h, no V Fórum Brasileiro do Feijão, Pulses e Colheitas Especiais.

A participação da comitiva indiana reflete os esforços no desenvolvimento de um trabalho focado no fortalecimento da relação Índia Brasil no segmento agrícola, que é uma das principais missões da Câmara. Essa presença vem consolidar os entendimentos para que, em breve, haja um incentivo na política dos dois governos quanto às exportações e importações.

“Se tratando de agricultura, a melhor forma de fomentar e desenvolver esta relação é, justamente, promover e trabalhar na abertura de mercado de Feijões e Pulses brasileiros na Índia, uma vez que existe um grande potencial de exportação destes produtos para o forte mercado indiano”, declarou o presidente da Câmara, Leonardo Ananda Gomes.

De acordo com o Banco Nacional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (NABARD), a Índia é o maior produtor (25% da produção global), consumidor (27% do consumo mundial) e importador (14%) de leguminosas no mundo.

“Considero que a participação da Câmara de Comércio Índia Brasil no Fórum de Feijões e Pulses é de fundamental importância para apresentar as oportunidades que o mercado indiano oferece para os produtores e exportadores de Feijões e Pulses. Além disso, a participação da instituição será mais um passo de estreitamento com o Ibrafe, fortalecendo a relação entre as instituições e proporcionando benefícios diretos aos associados de ambas, que pretendem explorar este mercado com segurança e eficiência”, destacou Gomes.

Na ocasião a Câmara estará celebrando um convênio com o Instituto Brasileiro de Feijão & Pulses (Ibrafe) que dará mais acesso aos exportadores associados. Os exportadores associados ao Ibrafe terão custos reduzidos e preferência nas negociações de pulses para a Índia.

“Com este convênio os países e associados de ambas as instituições estão dando um passo gigantesco rumo à evolução rápida dos negócios bilaterais. A complexidade do mercado indiano exige que os exportadores que buscam segurança e relações de longo prazo utilizem a expertise da Câmara de Comércio. Entendemos que nossos exportadores terão oportunidades inéditas tanto ao recebermos as delegações Indianas que virão, como também estabelecer relações comerciais nas visitas que faremos aos principais players e atacadistas/distribuidores daquele país”, enfatizou o presidente do conselho do Ibrafe, Marcelo Eduardo Lüders.

Assessora de Comunicação Ibrafe


0 comentários:

Postar um comentário