terça-feira, 6 de junho de 2017

A verdade sobre a Reforma da Previdência: não vote em político que é contra o povo

Trabalhadores e aposentados, digam não à reforma da Previdência e não para os Deputados e Senadores que forem a favor.

Por José Luiz Neto*

O governo insiste em dizer que a reforma da Previdência é igual para todos. Mas, na prática, a situação não é bem assim. Algumas categorias profissionais tiveram tratamento especial desde o início, como os militares, que nem sequer entraram na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287, o que abriu espaço para que as demais atividades de risco também procurassem ser excluídas, já que, atualmente, têm regras diferentes das aplicadas à maioria dos trabalhadores.

O grupo que tem regras diferenciadas na reforma da Previdência é o dos próprios políticos, a maioria deles defensores da reforma. E integrantes do Judiciário também podem ficar de fora, se for aprovada uma emenda apresentada ao texto que tramita na Câmara.

Na prática, as mudanças não valem para os políticos até que eles façam a própria regra de transição, por meio de lei, depois que a reforma for aprovada. A PEC diz que, a partir de agora, vale a mesma norma dos demais trabalhadores do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), mas cada ente precisa regulamentar a transição. Então, até que isso seja feito, a reforma não tem como ser colocada em prática para os políticos.

A maioria da população e a favor da seguinte reforma: que os salários dos vereadores, deputados, prefeitos, governadores, senadores, enfim todos os políticos sejam CORTADOS pela metade. Em pouco tempo sairíamos da CRISE e ainda sobrariam recursos para novos investimentos.

E inadmissível que a população pague sozinha o rombo da previdência, Senadores e Deputados são meros agentes públicos escolhidos para representar seus eleitores por períodos definido, sem privilégios, todo politico deve seguir as mesmas regras de aposentadoria que qualquer cidadão brasileiro.

Convidamos a toda a população a apoiar e divulgar essa ideia, vamos fazer um novo Brasil. Propomos a todos os cidadãos, trabalhadores e trabalhadoras, de ficar atentos com os nomes dos políticos que votarem a favor da reforma da previdência para mostrar a nossa força que é o voto, ou seja os político que votarem a favor, estaremos iniciando uma campanha e vamos divulgar os nomes de cada um para que não ganhe nenhum voto nas próximas eleições, se tivermos que pagar o preço com a reforma eles também vão sentir o peso da sociedade.

Em 2018 não devemos votar em nenhum político ou partido que defenda ou vote a favor destas reformas. Vamos fazer uma campanha em todo o lugar. Não vote em deputados e senadores que votarem a favor da reforma da previdência. Aqueles que nos traírem serão por nós banidos do cenário politico, através do voto. Passe essa campanha adiante, vamos fazer chegar ao conhecimento dos políticos, e mostrar que temos a força do voto.

A Reforma da Previdência, assim como a do trabalho, são um grande atraso para o povo brasileiro. Infelizmente temos políticos em Brasília e em Paulo Afonso, que não querem saber da vontade do povo e suas necessidades. Esquecem-se com muita facilidade de quem os elegeram. O Senador ou Deputado Federal que votar a favor da reforma da Previdência, não deve ser eleito pelo povo brasileiro. Vamos usar nossas redes sociais para divulgar essa campanha. Se votar não volta. Divulguem e junte-se a nós.

*JOSÉ LUIZ NETO. É advogado Do Escritório
Luiz Neto Advogados Associados
www.luiznetoadv.com.br
advluizneto@gmail.com


0 comentários:

Postar um comentário