sexta-feira, 26 de maio de 2017

Sport e Luxemburgo podem fechar nesta sexta


Deve ficar para esta sexta-feira o desfecho da negociação entre Sport e o técnico Vanderlei Luxemburgo. Na noite desta quinta, em São Paulo, o treinador teve uma reunião com o vice-presidente rubro-negro Gustavo Dubeux, o executivo de futebol Alexandre Faria e o diretor Rodrigo Barros.

Em entrevista ao Superesportes, o agente do treinador, Fabiano Pereira, também presente ao encontro, afirma que a negociação está "encaminhando". Agora, resta apenas a palavra final do presidente Arnaldo Barros.

De acordo com Fabiano, o assunto principal da reunião foi o planejamento do futebol do Sport para o Campeonato Brasileiro. E a receptividade ao projeto apresentado pelo clube pernambucano foi "muito boa".

"Saimos quase agora. Foi muito boa (a receptividade ao projeto). Eu já conhecia Gustavo que é um cara fantástico. Ele vai se reunir também com o presidente, creio que amanhã (sexta) e ficou de nos dar um retorno. Estamos no aguardo. Tá caminhando (a negociação). Estou na torcida para que dê tudo certo pelo carinho que tenho pelo clube", afirmou Fabiano, que atuou no Sport como meia em 2009.

Ainda segundo o agente, valores de salários não foram discutidos nesse primeiro encontro. "Tratamos de alguns pontos específicos. Não se esperava a saída do Ney precocemente. Não se falou nada de salário, somente de futebol", completou o agente.

Currículo
Um dos treinadores mais vitoriosos da história do futebol brasileiro, Vanderlei Luxemburgo terá no Sport a sua primeira experiência em um clube do Nordeste. Dono de cinco títulos do Campeonato Brasileiro (recorde), o treinador também acumula conquistas com a seleção brasileira (Copa América de 1998) e também por Santos, Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro, Atlético-MG e Flamengo, onde levantou sua última taça, o Estadual de 2011. Além de uma passagem mal sucedida no Real Madrid, em 2005.

Seu último trabalho no Brasil foi no Cruzeiro, em 2015, quando deixou o cargo após 19 jogos, com dez derrotas, três empates e seis vitórias. Um rendimento de apenas 36,8%. Depois disso, aceitou uma proposta milionária para treinar o Tianjin Quanjian, da segunda divisão da China, no ano passado. Ficou apenas três meses no cargo, sendo demitido com quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas, deixando o clube na oitava posição. Faturou, no entanto, R$ 26,9 milhões com a multa rescisória.

Com o acerto do novo treinador ocorrendo apenas hoje, quem vai colocar o Sport em campo no próximo domingo, contra o Grêmio, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro é o assistente-técnico Daniel Paulista.

SuperEsportes


1 comentários:

Postar um comentário