sexta-feira, 12 de maio de 2017

Imprensa regional poderá concorrer em todas as categorias do Prêmio Petrobras de Jornalismo


Estão abertas as inscrições para a quarta edição do Prêmio Petrobras de Jornalismo. Este ano, a premiação traz novidades para imprensa dos estados, que poderá optar por inscrever os trabalhos nas categorias regionais ou nas temáticas, a critério do autor da reportagem. Para os temas de Economia, Ciência e Tecnologia, Sustentabilidade, Cultura e Esporte serão aceitas reportagens de qualquer veículo do país, publicadas em jornal/revista, portais de notícias da Internet ou transmitidas em rádio.

Nas categorias regionais, o critério é que veículos tenham sede na respectiva região de abrangência. As reportagens precisam, ainda, abordar um dos assuntos previstos nas categorias temáticas. Na regional Nordeste serão contempladas matérias de veículos com sede na Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão. Serão aceitas reportagens publicadas entre 10 de julho de 2015 e 10 de janeiro de 2017.Além da possibilidade de se inscrever em qualquer das categorias listadas, outra novidade é o aumento no valor do prêmio pago a cada vencedor. Nas categorias temáticas, a premiação corresponde a R$ 20 mil*. Nas categorias regionais, o pagamento é de R$ 10 mil*.

Televisão e fotografia
As reportagens veiculadas pelas emissoras de TV locais podem ser inscritas na nova categoria de Telejornalismo, na qual concorrem juntas matérias de todo o país, ou, ainda, na categoria regional. O prêmio de Fotojornalismo será concedido à melhor cobertura fotográfica publicada em veículos de todo o país, sem distinção entre regionais e nacionais. Todas as matérias inscritas concorrem ao Grande Prêmio Petrobras de Jornalismo e também na categoria especial de Inovação. Lançada este ano, a nova categoria avaliará os trabalhos que se destacarem pelo formato inusitado, pela abordagem do assunto de um ponto de vista diferente, pelo ineditismo do meio - ou meios - utilizados para veiculação da reportagem, pelo uso de linguagem inovadora ou qualquer outro atributo relevante e original identificado pelos avaliadores.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.premiopetrobras.com.br. Cada reportagem só pode ser inscrita em uma única categoria. Cada jornalista pode inscrever até seis diferentes reportagens, entre regional e temática.Os finalistas de cada categoria e os vencedores serão conhecidos na cerimônia de entrega dos troféus no segundo semestre de 2017. No ano passado, o Prêmio Petrobras de Jornalismo recebeu 1.255 inscrições, recorde entre as três edições realizadas.

PRÊMIOS:
- GRANDE PRÊMIO PETROBRAS DE JORNALISMO: para a melhor reportagem, entre todas as inscritas – R$ 40 mil*.
- CATEGORIA ESPECIAL – INOVAÇÃO: para o trabalho que se destacar pelo ineditismo de formato, pela técnica empregada, pela abordagem, pelo meio ou pela linguagem. Todas as matérias inscritas concorrem nesta categoria – R$ 25 mil*.
- ECONOMIA: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre a conjuntura econômica do Brasil – R$ 20 mil*.
- CIÊNCIA E TECNOLOGIA: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre ciência, tecnologia e inovação – R$ 20 mil*.
- SUSTENTABILIDADE: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre meio ambiente e temas sociais – R$ 20 mil*.
- CULTURA: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que abordem manifestações culturais e artísticas do país – R$ 20 mil*.
- ESPORTE: reportagens de jornal/revista, emissoras de rádio e portais de notícias da internet que falem sobre atividades esportivas profissionais ou amadoras, individuais ou coletivas – R$ 20 mil*.
- TELEJORNALISMO: reportagens de emissoras de televisão sobre qualquer um dos temas acima relacionados – R$ 20 mil*.
- FOTOJORNALISMO: coberturas fotográficas sobre qualquer um dos temas acima relacionados que, sozinhas ou como parte integrante das reportagens, foram capazes de transmitir o impacto de cenas do dia a dia ou de acontecimentos marcantes, cumprindo o papel disseminador da informação – R$ 20 mil*.
- REGIONAL NORTE/ CENTRO-OESTE: matérias de veículos com sede em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Pará, Tocantins, e Distrito Federal – R$ 10 mil*.
- REGIONAL NORDESTE: matérias de veículos com sede na Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão – R$ 10 mil*.
- REGIONAL RJ-MG-ES: matérias de veículos com sede no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo – R$ 10 mil*.
- REGIONAL SP-SUL: matérias de veículos com sede em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul – R$ 10 mil*.
*Valores brutos

Gerência de Comunicação Interna e Imprensa/Comunicação e Marcas


0 comentários:

Postar um comentário