sexta-feira, 12 de maio de 2017

Após denúncia à CPRH, 30 aves são apreendidas em Camaragibe

Ação envolveu também a Polícia Militar e a brigada municipal. Entre as aves, um papagaio-verdadeiro, espécie ameaçada de extinção (Foto: Divulgação/PRF)

Uma ação conjunta envolvendo agentes ambientais da CPRH (Agência Estadual de Meio Ambiente), policiais militares e a brigada municipal de Camaragibe resultou na apreensão de 30 aves em duas residências do Loteamento São Pedro, naquele município da Região Metropolitana do Recife. A investida ocorreu na quinta (11) e, nesta sexta (12), as aves foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH, onde serão reabilitadas para, posteriormente, serem devolvidas à natureza. Em dois autos de infração, foram aplicadas multas no total de R$ 16.500,00.

A investida nos bairros de Loteamento São Pedro e Carmelitas foi provocada por uma denúncia anônima à Ouvidoria Ambiental da CPRH, indicando ocorrer na área comércio ilegal de aves. A denúncia de comércio terminou não sendo constatada, mas a fiscalização prosseguiu e, numa residência do Loteamento, foram encontrados 4 alçapões e 22 gaiolas, além de pássaros de diversas espécies – tiziu, sanhaçu, papa capim, chorão, Garibaldi, canário da terra, galo de campina e outros. Além de recolher as gaiolas, os alçapões e as aves, foi aplicada multa de R$ 11 mil.

No retorno, os agentes ambientais visualizaram gaiolas em outra residência e, lá, encontraram um papagaio-verdadeiro e um maiataca-verde (psitacídeos, o primeiro já na lista dos ameaçados de extinção). As aves também foram apreendidas e a multa aplicada ao proprietário foi de R$ 5,5 mil. Os psitacídeos (papagaios, araras. periquitos, calopsitas, entre outros) são aves muitas visadas pelo tráfico de animais silvestres.

A CPRH realiza ações de fiscalização regulares e pode também ser acionada. Denúncias podem ser levadas à Ouvidoria Ambiental, que atende pelo fone (81) 3182-8923.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


0 comentários:

Postar um comentário