sexta-feira, 12 de maio de 2017

Alepe comemora 45 anos de carreira do cantor Fernando Mendes

Fernando Mendes (Fotos: Henrique Genecy/Alepe)

Autor de sucessos como A desconhecida e Cadeira de rodas, o cantor e compositor mineiro Fernando Mendes foi homenageado, na noite desta quinta (11), em Reunião Solene na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O músico completou 45 anos de carreira. A solenidade, de autoria do deputado Zé Maurício (PP), contou com a presença de fãs do artista, que compareceram ao Plenário do Museu Palácio Joaquim Nabuco.

O primeiro contato do cantor com a música se deu aos 15 anos, quando ele ganhou um violão do pai. Aos 17, formou um conjunto musical chamado Blue Boys, que se apresentava em bailes e festas. Após se mudar para o Rio de Janeiro, em 1972, iniciou oficialmente sua carreira e, no ano seguinte, gravou o primeiro sucesso, A desconhecida, ponto de partida para que conquistasse o público de todo o País. Na época, fazia entre dez e 15 shows por mês.

Em 1975, chegou ao auge, quando seu terceiro LP apresentou a faixa Cadeira de rodas, que lhe rendeu vários prêmios, inclusive o Disco de Ouro. Em seguida, vieram os sucessos A Menina da calçada, Sorte tem quem acredita nela e Você não me ensinou a te esquecer, que foi regravado por Caetano Veloso. Para este ano, Fernando Mendes tem na agenda a gravação do seu primeiro DVD, além de shows no Brasil e no exterior.

O deputado Antônio Moraes (PSDB), que presidiu a cerimônia, parabenizou o músico por seu trabalho. “Você é um pouco pernambucano, pois nunca deixou de atender aos convites para se apresentar no Estado”. Zé Maurício agradeceu o carinho de Fernando Mendes por Pernambuco. “Continue sempre nos prestigiando e alegrando com sua música e seus shows”, frisou.

Fernando Mendes recebeu uma placa comemorativa da Assembleia. Ele agradeceu a iniciativa do Legislativo. ”O que vocês fizeram por mim esta noite foi algo que nunca irei esquecer”, salientou. Ao final da reunião, ele cantou algumas de suas músicas para o público.

Alepe


0 comentários:

Postar um comentário