quinta-feira, 20 de abril de 2017

Polícia investiga primeira denúncia de Desafio da Baleia Azul em PE

Adolescente de Paulista teria aceitado Desafio da Baleia Azul (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A Polícia Civil investiga a primeira denúncia de Desafio da Baleia Azul em Pernambuco. Na manhã desta quarta-feira (19), uma mãe procurou a Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA) em Paulista, no Grande Recife, para denunciar que a filha, de 13 anos, havia cometido automutilação após aceitar participar do suposto jogo.

O desafio "Baleia Azul" começou na Rússia, em 2015. Três mortes que ocorreram no Brasil são investigadas.

A vítima de Pernambuco foi uma menina de 13 anos, levada pela mãe à gerência. A mulher tomou ciência da situação depois que sua outra filha viu a irmã se mutilando por não ter cumprido uma das provas.

De acordo com o delegado Jorge Ferreira, da GPCA, a menina teria entrado recentemente no grupo e não teria cumprido a segunda prova, que a obrigava a assistir vários filmes de terror. Como não fez, foi intimada a fazer treze cortes na mão (número definido de acordo com a idade dela). Na terça (18), a menina tentou sair do jogo.

"Ela tentou sair do grupo, mas começou a receber ameaças pelo WhatsApp. Eles disseram que a matariam e matariam também a família dela", explicou o delegado. Um inquérito foi instaurado nesta quarta (19).

Folha de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário