domingo, 16 de abril de 2017

Petrolândia: Fernando Nivaldo Batista “Túmulo vazio, cheio de corações''


Por: Fernando Nivaldo Batista - mensagem de Páscoa

O cenário é o mesmo;  a realidade, não mais. Onde está o corpo do carpinteiro? Vilipendiaram seu cadáver? Não! As forças que ali o puseram são demasiadas inferiores as que dali o tiraram. Lembram da pedra posta? Esta também não é mais obstáculo intransponível para Ele. A dureza da pedra e da morte não resistiram à sua força vivificante.

Há sinais de vida latente naquele lugar. Por sobre o esquife, temos panos ( o Sudário ). A taciturno faz todo sentido. Não há remendos, não foi alinhavada. Detalhes humanos demonstram a força divina que ali eclodiu: É vida INTEIRA, COMPLETA, PURA, VERDADEIRA, SEM ARTIFÍCIOS ILUSÓRIOS. Nada foi pirotécnico, tampouco de efeitos especiais tecnológica e  ensaiadamente testados. Tudo real, natural, palpável na essência da vida d'Ele e na dos que n'Ele crêem.

A força luminosa que inrrompeu  aquela crípta escura  entrou impetuosamente nos corações igualmente escuros, chorosos e duvidosos, arrancando em todos inenarráveis espanto e alegria. TÚMULO VAZIO, CHEIOS CORAÇÕES! Outra não podia ser a certeza nesta manhã : ELE ESTÁ VIVO, ELE ESTÁ NO MEIO DE  NÓS.  ALELUIA!

Autor: Fernando Batista                   


0 comentários:

Postar um comentário