segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Peugeot convoca recall de modelos 308 e 408 flex


A montadora de automóveis Peugeot convocou um recall dos modelos 308 e 408 flex, abrangendo mais de 34 mil veículos. O motivo é a possibilidade de vazamento de combustível no compartimento do motor, com consequente incêndio no veículo. As informações são da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon/MJSP).

O recall teve início em 3 de fevereiro de 2017 e abrange 34.367 automóveis. São 14.418 unidades Peugeot 308, produzidos no período de 28 de junho de 2011 a 1º de abril de 2015; e 19.949 veículos Peugeot 408, produzidos no período de 25 de junho de 2010 a 20 de maio de 2015.

Os automóveis foram colocados no mercado de consumo com numeração de chassi, não sequencial, compreendida entre os intervalos CG029023 a FG025539, para os modelos 308; e BG001818 a FG028603, para os modelos 408.

De acordo com a montadora, “há possibilidade de fissura na tubulação de alimentação de combustível do motor. [...] a situação poderá provocar vazamento de combustível, e, em alguns casos, há possibilidade de incêndio do compartimento do motor, gerando risco de acidente com danos físicos e/ou materiais aos ocupantes do veículo e/ou a terceiros”.

A Peugeot deve reparar ou trocar o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor. Mais informações sobre o recall podem ser obtidas junto à Peugeot por meio do telefone 0800 703 2424 ou pelo site www.peugeot.com.br.

Agência Brasil


0 comentários:

Postar um comentário