domingo, 29 de janeiro de 2017

Turistas ficam presos durante 4 horas em eclusa da hidrelétrica de Sobradinho

Portões de eclusa não se abriram para passagem da embarcação no reservatório de Sobradinho
(Foto: Arquivo Pessoal)

Uma embarcação com 95 passageiros, entre adultos e crianças, e 10 tripulantes ficou presa por cerca de 4 horas na Usina Hidrelétrica de Sobradinho, no norte da Bahia, durante um passeio turístico na região do Rio São Francisco, na tarde deste sábado (28). O roteiro, com saída de Juazeiro, é conhecido como Vapor do Vinho. Não houve feridos.

Turista de Salvador, Henrique Barbosa afirmou que algumas pessoas ficaram nervosas com a situação e com a falta de satisfação sobre o que havia ocorrido. "Ficamos lá [parados] das 14h às 18h", disse.

O Samu foi acionado e chegou a aferir a pressão arterial de algumas pessoas na embarcação, mas não houve pânico.

Em contato com o G1, Rogério Rocha, administrador da empresa responsável pelo roteiro turístico, chamado Vapor do Vinho, disse que houve um problema nos portões da eclusa do reservatório do Sobradinho, que deveriam abrir para passagem da embarcação por um canal, o que é considerado o ponto alto do passeio.

"A passagem pela eclusagem é um elevador de água de 32,5 metros. [Quando os portões se abrem] possibilita que a embarcação vença o desnível da barragem, saindo da parte mais alta para a mais baixa. Nós ficamos dentro da câmara que esvazia para chegar ao nível natural do Rio São Francisco. Na hora que o barco desceu, os portões não abriram. Isso nunca tinha acontecido", relatou Rogério.

Segundo Rocha, funcionários da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), que administra o reservatório de Sobradinho, foram acionados para identificar e solucionar o problema. Conforme Rogério, por volta das 18h, os portões foram abertos e a embarcação voltou a navegar no reservatório. Em seguida, o barco retornou ao ponto de partida em Juazeiro.

Em nota, a Chesf informou que corrigiu o defeito apresentado na eclusa e que outras manobras no equipamento ocorreram dentro da normalidade após o conserto, neste sábado.

Rogério Rocha, administrador do Vapor do Vinho, informou que os passeios são feitos aos sábados, domingos e feriados e são uma parceria das embarcações com uma vinícola da região.

O roteiro do passeio contempla visita à vinícola, com degustação, almoço, som ao vivo na embarcação e o passeio pela eclusa da barragem de Sobradinho, no Rio São Francisco. Segundo Rocha, excepcionalmente neste domingo (29), não vai haver a eclusagem, como é chamada a passagem da embarcação pelo trecho onde o barco ficou preso neste sábado.

Notícia relacionada:
Blog do Anderson - 04/02/2016: Jeremias Macário: A eclusa que não funciona

G1 BA


0 comentários:

Postar um comentário