quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Secretária denuncia descaso com unidades de saúde em Sertânia, no Sertão de PE

Mariana Araújo é nova secretaria de saúde do município de Sertânia

A nova secretária de Saúde de Sertânia, Mariana Araújo, afirmou que encontrou as unidades de saúde do município com problemas de serviço. Além da falta de atendimento, ela denunciou problemas de infraestrutura nos locais.

"Recebemos as Unidades Básicas de Saúde da Família fechadas, sem funcionamento. O Hospital Maria Alice Gomes Lafayette, de uma forma geral, também em mau funcionamento. A cisterna de lá estava simplesmente aberta, quebrada, com a água para ser utilizada completamente exposta. Uma boa parte dos equipamentos de lá e dos postos de saúde está sucateada", comentou.

No prédio administrativo da secretaria, a nova gestora da área também encontrou dificuldades. Lá, ela contou com a falta de formulários impressos. O local onde se guarda as vacinas estava com o ar-condicionado quebrado e as medicações encontravam-se em outra cidade, em Arcoverde. A Farmácia Básica é outro retrato do descaso da antiga gestão.


Segundo a responsável pela Secretaria, não tem nenhum remédio, contrariando o que era divulgado. "Já estamos vendo a compra de medicação, de imediato, para ver como podemos resolver esse impasse", alertou.

Algumas medidas na infraestrutura do Hospital precisam ser tomadas, segundo a secretária, mesmo com a reforma anunciada pela gestão anterior, como o Bloco Cirúrgico, que não funciona e a caixa d'água que será suspensa pela equipe de Engenharia.

Segundo ela, na Fisioterapia, a piscina, que foi construída e não-finalizada, não poderá ser utilizada do jeito que está. A sala de Raio X não foi revestida com chumbo para evitar a radiação, por isso, ainda não pode ser feito esse tipo de exame.

"Vamos correr com essas providências", garantiu. Mariana comentou ainda sobre a coleta de materiais perfurocortantes ou mesmo infectados. "O lixo hospitalar não era recolhido pela empresa responsável há cerca de um ano e três meses e ficou tudo dentro de uma sala", denunciou ainda a secretária.

Sobre as UBSFs, a secretária afirmou que voltaram a funcionar na última segunda-feira (09), pois a organização dessas unidades e suas agendas demandaram a primeira semana de trabalho inteira.

"A nova médica cubana do Programa Mais Médicos, do Governo Federal, já está sendo treinada para atender nos postos de saúde", finalizou.

Folha de PE


0 comentários:

Postar um comentário