sábado, 28 de janeiro de 2017

Jatobá: Após recomendação do Ministério Público, Prefeita Goreti Varjão realiza audiência pública na Câmara de Vereadores


Na noite desta sexta-feira (27), foi realizada na Câmara Municipal de Vereadores de Jatobá, uma audiência pública, por parte do poder executivo, após recomendações do Ministério Público de Pernambuco. A finalidade da audiência era esclarecer à população, em especial, os funcionários da prefeitura, sobre a situação financeira caótica em que os cofres públicos se encontram.

Os funcionários do Hospital de Itaparica estão há dois meses sem receber seus salários (Outubro e Novembro de 2016). Professores e demais classes, não receberam os vencimentos referentes ao mês de Dezembro de 2016. De acordo com informações, há funcionários com quatro férias vencidas.

Em forma de slides, foram apresentadas aos poucos participantes da audiência um resumo da “prestação de contas”:

De acordo com a contabilidade da prefeitura, os gastos com a água, energia e telefone superam o valor de R$ 310.000,00. Ainda há débitos com os imóveis alugados pela prefeitura, correios e a empresa Progresso.

Junto ao INSS, há uma dívida que supera os R$ 132 mil reais, referentes ao período de Agosto a Dezembro de 2016. Além disso, existem três parcelamentos oriundos das outras gestões. Itamar Varjão reconheceu que ele próprio deixou essa dívida, que foi renegociada por 20 anos. De acordo com ele, o valor da parcela é de R$ 13.000,00. Sobre os outros dois parcelamentos não obtivemos informações.

Em relação a frota municipal, há uma dívida de R$ 8.670,22 só de IPVA em atraso.

Em seu uso da palavra na tribuna, Itamar Tolentino Varjão, que já foi prefeito (2005-2008) e vice-prefeito (2013-2016), pediu paciência à população presente. Fez várias críticas a gestão anterior, do ex-prefeito Robson Leandro e chamou de “herança maldita” pela forma com a prefeitura foi passada de uma gestão para outra.

Em sua oratória, a prefeita também pediu paciência e disse que estava comprometida em pagar os salários dos funcionários. De acordo com ela, dia 31 de janeiro será efetuado o pagamento de todos os funcionários e que será feito um esforço para que os vencimentos de fevereiro sejam efetuados antes do carnaval, que neste ano, cairá no dia 28 de fevereiro. Caso não seja possível, o depósito será feito no dia primeiro de março.

Com relação aos salários em atraso, ainda não foi discutido como ficará essa questão.

Vale ressaltar que o município está em estado de emergência financeira e administrativa, de acordo com o decreto municipal 001-2017. Sendo assim, as recomendações do Ministério Público são para que nesse período não sejam feitas contratações, nem realizações de festas.

Jatobá Notícias


0 comentários:

Postar um comentário