sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Iterpe planeja trabalho que prevê investimento de 30 mi para o Crédito Fundiário

Cerca de 600 famílias de agricultores serão beneficiadas com o recurso

O presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária (Iterpe), Paulo Lócio, se reuniu nesta quinta-feira (12) com o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, e a subsecretária de Reordenamento Agrário da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Raquel Santori, para planejar o início dos trabalhos assegurados com os investimentos de R$ 30 milhões voltados ao Crédito Fundiário no Estado.

Os recursos, oriundos da parceria firmada pelo governador, Paulo Câmara, junto à União, integram parte dos R$ 47, 7 milhões captados para alavancar o desenvolvimento agrário no Estado e representam a retomada das operações de acesso à terra em Pernambuco desenvolvidas através do Programa Nacional Crédito Fundiário (PNCF).

"O Iterpe terá, a partir de agora, a oportunidade de avançar no trabalho que prevê propostas de aquisição de terra às famílias de agricultores por meio de financiamentos com juros menores e recursos sem reembolso de projetos para desenvolverem a produção", explicou Paulo Lócio.

O PNCF é uma política complementar à Reforma Agrária, que permite os agricultores adquirirem imóveis rurais, através de Subprojetos de Aquisição de Terra (SAT) que possibilitam financiamentos. Além disso, o programa prevê Subprojetos de Investimento Comunitário (SIC), voltados para contribuir na infraestrutura básica e produtiva objetivando o desenvolvimento do agricultor de forma independente e autônoma.

Assessoria de Comunicação/Instituto de Terras e Reforma Agrária - Iterpe


0 comentários:

Postar um comentário