quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Governo anuncia novo presidente da Funai


O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, nomeou nesta quinta-feira (12) o dentista Antônio Fernandes Toninho Costa para a presidência da Fundação Nacional do Índio (Funai).

A nomeação do novo presidente da Funai – órgão subordinado ao Ministério da Justiça que coordena a política indigenista do governo federal – será publicada nesta sexta (13) no "Diário Oficial da União".

Pós-graduado em Saúde Indígena pela Universidade Federal de São Paulo, o novo presidente da Funai coordenou, entre 2010 e 2012, o monitoramento e a avaliação da saúde dos índios na Secretaria Especial de Saúde Indígena.

Em 2009, Toninho Costa exerceu o cargo de consultor da Organização Pan-americana para Saúde Indígena. Segundo o ministério, ele também atuou, em 2014, como assessor técnico na Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

Toninho Costa substituirá na presidência da Funai o assessor especial da pasta Agostinho do Nascimento Netto, que estava como interino desde setembro de 2016.

O último presidente titular da Funai, Artur Nobre Mendes, deixou o comando da fundação quatro dias depois de o órgão publicar uma carta que criticava a menção ao "suposto infanticídio indígena" no carregamento da tocha olímpica da Paralimpíada do Rio.

Na carta, a direção da Funai havia afirmado que a organização do evento esportivo ofendia e desrespeitava povos indígenas brasileiros ao considerar os crimes como "práticas tradicionais".

"A Funai entende que tal posicionamento revela uma total incompreensão sobre a realidade indígena no país, refletindo uma visão preconceituosa e discriminatória sobre esses povos, suas culturas e seus modos de vida", dizia trecho da nota.

Após ser afastado da presidência da fundação, Artur Nobre Mendes foi transferido para o comando da Diretoria de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável do órgão.

Por Luciana Amaral, G1, Brasília


0 comentários:

Postar um comentário