quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Correios querem a demissão de até 8 mil empregados

Agência dos Correios em Petrolândia (Foto: Lúcia Xavier)

Os Correios, que registraram prejuízos de mais de R$ 4 bilhões nos dois últimos anos, receberam sinalização do Ministério do Planejamento para cortar até 8 mil funcionários por meio de um Plano de Demissão Incentivada (PDI), que será divulgado nos próximos dias, provavelmente até 16 de janeiro.

A autorização, segundo técnicos do Planejamento, só depende de um estudo mostrando o impacto dos desligamentos no caixa do Postalis, o fundo de pensão dos carteiros.

Pelos cálculos da empresa, 14 mil empregados estariam hoje aptos a se aposentarem. Eles têm mais de 55 anos e tempo suficiente de trabalho. Mas os Correios não acreditam que todos vão aderir. No total, a estatal tem hoje 117 mil funcionários.

A perspectiva é de que os Correios ofereçam, como incentivo à aposentadoria, remuneração por oito anos. O valor corresponderá a 35% da média salarial dos últimos cinco anos e do tempo de serviço. A expectativa em relação ao PDI é grande, uma vez que a empresa enfrenta sérias dificuldades de caixa.

Correio Braziliense


0 comentários:

Postar um comentário