quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

CPRH monta operação especial de fiscalização em usinas

Com o período de moagem, a Agência Estadual de Meio Ambiente busca coibir possíveis irregularidades no descarte de dejetos, o que pode causar impactos ambientais (Foto: CAC Gerdau)

A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) vai reforçar a fiscalização em usinas de açúcar e álcool e destilarias de todo o Estado, durante janeiro e fevereiro, meses de muita atividade em razão do período de moagem.

Com a força-tarefa montada para as operações, o objetivo é inibir possíveis irregularidades que provoquem prejuízos ao meio ambiente. Já realizadas rotineiramente, as fiscalizações ganharão mais força, inclusive com equipes de plantão.

As ações terão o foco em todo o Estado, mas especialmente na Zona da Mata (Norte e Sul), região onde está instalada a maior parte das usinas e destilarias.

Como se sabe, a vinhaça (ou vinhoto) - produto resultante da destilação do licor de fermentação do álcool de cana - deve receber um tratamento adequado antes de ser descartado, para não causar danos ambientais aos rios, por exemplo.

Em caso de constatação de manejos irregulares, com lançamentos de dejetos nos afluentes, os responsáveis ficam passíveis a multas por crime ambiental, que vão de R$ 50 a R$ 50 milhões, dependendo de cada caso.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


0 comentários:

Postar um comentário