sábado, 15 de outubro de 2016

Segunda edição do Exame de Suficiência do CFC ocorre neste domingo

Atenção ao horário de verão. Prova começa às 9h30, horário de Brasília

A Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC) realiza, no próximo domingo (16/10), a segunda edição de 2016 do Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). A prova busca aferir conhecimentos básicos para o exercício da contabilidade e a aprovação é condição indispensável para obtenção do registro profissional.

A prova será aplicada às 9h30, no horário de Brasília, e cerca de 50 mil candidatos realizarão o Exame, em 119 municípios do País. Como será o primeiro dia do horário de verão, haverá quatro horários locais de prova. Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Cataria e São Paulo, os inscritos farão a prova às 9h30 horário local; Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins a prova será aplicada às 8h30 no horário local;Amazônia Rondônia e Roraima, às 7h30 no horário local; e no Acre, os candidatos farão a prova às 6h30 no horário local.



“Este ano, coincidiu de o Exame de Suficiência ocorrer durante a vigência do horário de verão, mas é importante salientar que a prova será aplicada às 9h30, no horário oficial de Brasília, conforme previsto no edital”, afirmou o vice-presidente de Registro do CFC, Marco Aurélio de Almeida. O candidato deve se apresentar no local da prova ao menos 30 minutos antes do horário de início do Exame.

O Exame tem 50 questões e, a exemplo do que ocorreu na primeira edição deste ano, realizada em abril, o conteúdo de contabilidade geral ganhou mais espaço, agora são 22 perguntas sobre o assunto. Língua portuguesa aplicada, que antes tinha duas questões, passou a ter uma. A prova ainda contempla contabilidade de custos, contabilidade aplicada ao setor público, contabilidade gerencial, controladoria, noções de direito e legislação aplicada, matemática financeira e estatística, teoria da contabilidade, legislação e ética profissional, princípios de contabilidade e normas brasileiras de contabilidade, auditoria contábil e perícia contábil. “A prova é elabora de maneira criteriosa. São 18 etapas para garantir que o candidato tenha uma prova equilibrada e que afira o conhecimento mínimo necessário para o exercício profissional”, afirma o integrante da Comissão do Exame de Suficiência da FBC, Oscar Lopes.

O aumento de questões relacionadas à contabilidade geral era um pleito antigo dos professores e coordenadores de cursos de ciências contábeis e, segundo Lopes, a receptividade das alterações realizadas na prova do primeiro semestre foram positivas. “O feedback tem sido muito positivo. Com o aumento de conteúdo sobre contabilidade geral, destacamos o conhecimento prático do aluno”, disse.

Para quem vai fazer a prova, Lopes recomenda revisar, especialmente, as Normas Brasileiras de Contabilidade. “Não há mistério na prova. O conteúdo abordado é o mesmo visto ao longo do curso. Não cai nada diferente. Com a convergência das normas brasileiras às aceitas internacionalmente, é preciso ficar atendo às mudanças, lembrando que são abordadas as regras que entraram em vigor até 90 dias antes da prova, ou seja, até o dia 16 de julho”, conta.

Da primeira edição de 2016 participaram 47.869 candidatos e 17.576 foram aprovados, 41,86% do total. Para a prova que será realizada domingo, estão inscritas 47.384 pessoas.

Podem fazer a prova bacharéis e alunos dos cursos de ciências contábeis no último ano da graduação. Após a aprovação no Exame, o profissional deve acessar o site do Conselho Regional de Contabilidade (CRC) de sua jurisdição e preencher o pré-registro online. Depois dessa etapa, deve pagar as taxar referentes ao registro, à carteira de identidade profissional e à anuidade. De posse dos comprovantes de pagamento, o profissional deve se dirigir ao CRC ou à delegacia do Conselho Regional da jurisdição em que fez o pré-registro, levando duas fotos 3x4, diploma, RG, CPF, comprovante de regularidade com o serviço militar – para o gênero masculino –, título de eleitor e comprovante de endereço.

O candidato inscrito no Exame de Suficiência deve comparecer ao local da prova portando RG, comprovante de inscrição, caneta azul ou preta. Para saber onde realizará o Exame, acesso o site da FBC (confira aqui).

Sobre o CFC

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) é uma autarquia federal, dotada de personalidade jurídica de direito público, criada pelo Decreto-Lei nº 9.295/46, de 27 de maio de 1946. O principal objetivo do CFC é registrar, normatizar, fiscalizar, promover a educação continuada e editar normas brasileiras de contabilidade de natureza técnica e profissional. O conselho conta com um representante de cada Estado e do Distrito Federal. Atualmente, existem mais de 530 mil profissionais no País, incluindo contadores e técnicos em contabilidade.

RP1 Comunicação Brasília


0 comentários:

Postar um comentário