sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Presidente do CBHSF discute revitalização com representante do MMA


Foto: Ascom CBHSF

O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, recebeu na tarde desta quinta-feira (06.10) o diretor do Departamento de Revitalização de Bacias Hidrográficas do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Renato Saraiva Ferreira, para discutir o Programa de Revitalização do São Francisco. Na reunião, realizada no escritório do colegiado, em Maceió (AL), Saraiva explicou que está solicitando aos governos estaduais, através das secretarias de Meio Ambiente, informações sobre o que está sendo executado no âmbito da preservação da bacia.

A visita do representante do MMA representa mais uma das etapas do programa Novo Chico, lançado pelo governo federal em agosto, com o propósito de promover a revitalização do São Francisco. “Precisamos conhecer o que cada estado vem executando, com a finalidade de fortalecer as parcerias”, explicou Renato Saraiva. Em Maceió, ele aproveitou para reunir-se com o secretário de Meio Ambiente de Alagoas, dando seguimento a encontros já realizados em Goiás e Sergipe, no início da semana.

Saraiva explicou que o Ministério do Meio Ambiente definiu 17 ações que serão desenvolvidas pela pasta, nas áreas de meio ambiente e de recursos hídricos. “A revitalização das bacias foi reativada pelo Ministério e pretende nortear uma série de trabalhos para ampliar os passivos ambientais e evitar prejuízos ao rio e às comunidades”, destacou. Citou, como exemplo, ações que serão executadas nas áreas de planejamento e monitoramento; gestão e educação ambiental; proteção e uso sustentável dos recursos naturais; saneamento e obras hídricas; além de economia sustentável.

O presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, alertou para a necessidade urgente de um ordenamento no Canal do Sertão, considerada a maior obra hídrica executada pelo governo alagoano, que utiliza água do São Francisco. “O Comitê tem uma grande preocupação com a qualidade e com a quantidade da água, motivo pelo qual financiamos 26 Planos Municipais de Saneamento Básico, cujo documento já foi entregue ao governo federal”, reforçou.

Participaram da reunião o advogado Roberto Farias, membro do Comitê e representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Alagoas; a diretora de Integração da agência delegatária do CBHSF, a AGB Peixe Vivo, Ana Cristina Silveira; e o gerente de Projetos do MMA, Henrique Pinheiro Veiga.

Assessoria de Comunicação CBHSF


0 comentários:

Postar um comentário