quinta-feira, 22 de setembro de 2016

TV Brasil extingue programação para retransmitir outra emissora, denuncia Humberto

“Temer não aceita uma televisão que tenha independência política, ele quer ter uma rede televisiva no cabresto onde ele possa veicular seus desmandos como notícias positivas”, ponta Humberto Costa.


A TV Brasil está prestes a deixar de ter programação própria para retransmitir o sinal da TV Cultura de São Paulo, talhada nos moldes do governo estadual do PSDB. A televisão pública, criada pelo Governo Federal pelo ex-presidente Lula em 2007, é coordenada pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e tem abrangência nacional. Sua programação é toda pautada na comunicação pública nacional de qualidade, valorizando todos os Estados brasileiros.

“É mais um absurdo que esse governo golpista está fazendo. Temos uma TV pública completamente independente, que agora vai apenas retransmitir uma programação de TV de São Paulo, ligada ao tucano Geraldo Alckmin. Mais um grande atropelo que acontece no Brasil, discriminando as regiões mais pobres em prejuízo das mais fortes”, desabafou o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE).

Com o fim do Conselho Curador da EBC, do mandato do presidente e o fim das garantias de independência política, a TV Brasil deixa de ser pública para ser governamental. “Temer não aceita uma televisão que tenha independência política, ele quer ter uma rede televisiva no cabresto onde ele possa veicular seus desmandos como notícias positivas”, pontuou Humberto Costa.

A EBC foi palco de desmandos do atual governo desde que assumiu interinamente a presidência. Ainda em junho, Temer destituiu o presidente da instituição EBC Ricardo Melo, mas ele reassumiu após uma liminar do STF. Em setembro, após o presidente assinar uma medida provisória alterando as regras do estatuto da EBC, o governo Temer conseguiu colocar Laerte Rimoli como presidente do órgão.

“Parece que realmente voltamos ao tempo da ditadura, e o pior, apoiado por uma grande maioria do Congresso Nacional que acata tudo que o Temer sem voto e golpista envia. Mas continuaremos no front brigando por nenhum direito a menos para os brasileiros”, afirmou o senador petista.

Assessoria de Imprensa do Senador Humberto Costa


0 comentários:

Postar um comentário