segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Senar implanta primeiro Curso Técnico em Agronegócio no Estado

O treinamento gratuito é pioneiro em Pernambuco e oferece 80% das aulas a distância (Foto: Ascom Senar-PE)

Cerca de 40 alunos, aprovados no primeiro processo seletivo do Curso Técnico em Agronegócio do Senar - PE vislumbram um novo cenário de oportunidades para empreender no setor. A capacitação gratuita, oferecida em parceria com o Ministério da Educação (MEC), trata-se de uma iniciativa pioneira no Estado, que visa formar gestores rurais para tornar o segmento agropecuário brasileiro mais eficiente e competitivo.

Além de gratuito, o curso tem também o diferencial de ser em grande parte a distância. Oitenta por cento das aulas ficam disponíveis no portal http://etec.senar.org.br/. Os vinte por cento de aulas presenciais, assim como as provas, acontecem nos polos de apoio da rede. Realizado em quatro semestres, a primeira edição do curso em Pernambuco, é sediada no Polo de Bezerros, localizado no Sindicato Rural do município.

Segundo a coordenadora de Treinamentos do Senar – PE, Mônica Pimentel, é crescente a procura por esse treinamento, no Estado, devido ao leque de oportunidades que o agronegócio dispõe em setores produtivos como a cana-de-açúcar, avicultura e fruticultura. “Esse fator, somado ao desafio de produzir diante das intempéries climáticas e a carência por treinamentos destinados ao agronegócio, fizeram a procura pelo curso despontar. Hoje, temos alunos desde a Região Metropolitana do Recife, do Agreste, Sertão até de Alagoas”, completou Mônica.

A instrutora Sandra Costa ressalta a importância qualificação devido ao papel que o agronegócio exerce perante a economia brasileira. Isso porque, o setor contribui significativamente para o crescimento interno do país, além de promover o Brasil à condição de importante fornecedor de alimentos no mercado mundial. Dados do Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), compilados pela CNA, apontam que as exportações do agronegócio responderam por 33,1% do total embarcado pelo Brasil no primeiro trimestre de 2016.

Ao todo, foram US$ 13, 4 bilhões referentes a oito produtos do agronegócio, responsável pela maioria entre os dez principais itens exportados entre janeiro e março. “Atualmente, executar uma lavoura ou um ciclo pecuário requer planejamento e a adoção de medidas que tornaram a atividade agropecuária desafiadora, mas que ao mesmo tempo ampliaram o leque de vertentes e oportunidades”, explicou a instrutora.

Consultora empresarial especializada em Turismo e Hotelaria, Manuela Gomes (29), se prepara para dar uma guinada na carreira. Graças a capacitação, hoje, ela vê no agronegócio novas possibilidades de atuação através das pluriatividades associadas ao Turismo Rural, com a proliferação de hotéis-fazenda, spas, pousadas e casas de segunda residência, no Agreste pernambucano. "O curso é inovador, me fez descobrir no empreendedorismo um campo de atuação vasto e moderno. Além disso, a flexibilidade de horários e a credibilidade dos tutores do Senar fazem esse curso primordial para minha evolução profissional”, ressaltou Manuela.

Marina Lima/Assessoria de Comunicação e Eventos
Sistema Faepe/ Senar - PE


0 comentários:

Postar um comentário