segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Seis meses de Uber no Recife é marcado por declaração de apoio aos taxistas pelo prefeito Geraldo Júlio

Motoristas do Uber em Recife (Foto: Divulgação)

Por Rômulo França

No último sábado (03) o aplicativo Uber completou 6 meses de sua chegada ao Recife. Conflitos entre taxistas e motoristas do novo serviço da cidade têm crescido bastante e por isso, preocupado a população. Na noite do dia (04), o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, gravou um vídeo de apoio aos taxistas, onde, de forma rude e incisiva, disse que estava diante de uma classe de trabalhadores e que iria intensificar a fiscalização ao aplicativo, gerando ainda mais acirramento entre as classes.

Em consequência disso, a segunda-feira (05) começou com promessas de paralisação de trânsito nas principais avenidas da Capital, em diversos momentos do dia, por parte dos taxistas. As autoridades não chegaram a um consenso a respeito da atividade do Uber no Recife, o que incentiva o embate entre as duas categorias e seus defensores.

“Os motoristas do Uber querem a regulamentação, os taxistas, a continuação do trabalho e a suspensão do Uber, e por isso, a falta de bom senso dos gestores do Recife tem aumentado ainda mais a batalha por passageiros no Recife", destacou Ricardo Martins, motorista do Uber. Já para o empresário e usuário assíduo do Uber, Érico Santos, não há razão para toda essa guerra. “O Uber tem mostrado que é possível existir serviços de qualidade a preço justo. A população escolheu o Uber e o prefeito é representante do povo e não de uma classe”, destacou Érico.


0 comentários:

Postar um comentário