segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Petrolândia: Édio Braga questiona devolução de ambulância do SAMU pela prefeitura; prefeito responde


Eduardo Campos entrega chaves de duas viaturas destinadas ao SAMU em Petrolândia (Foto: Secretaria de Saúde de Petrolândia)

Nesta segunda (26), Édio Braga entrou em contato com a redação deste blog para "solicitar explicações, nao só a minha pessoa, mas como todos nós petrolandenses, ao gestor atual Lourival Simões, sobre a devolução da viatura do SAMU que já estava na nossa cidade".

Édio envia cópia dos ofícios (reproduzidos no final desta postagem) emitidos pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, em resposta a questionamentos do deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD) sobre a inatividade do SAMU em Petrolândia. Em nota resposta, a Supervisora do Atendimento Pré-Hospitalar Fixo e Móvel informa que "o gestor local devolveu a viatura do SAMU que foi entregue ao Município, alegando não ter mais nenhum interesse em manter o serviço".

Resposta do prefeito
 
Procurado por nossa reportagem, o prefeito Lourival Simões afirmou que quer devolver a viatura, mas não querem recebe-la de volta. 

"Nós recebemos duas viaturas. Estou devolvendo somente a  Unidade de Suporte Avançado que atenderia as cidades vizinhas e Petrolândia. Os prefeitos não querem dividir a conta dela conosco e Petrolândia ia pagar sozinha para a região inteira usar. Então, eu comprei uma só para Petrolândia. Agora estou tentando devolver esse presente de grego ao SAMU, para outro município da região assumir, e eles não querem receber." O prefeito acrescentou ainda que a Central de Regulação do SAMU em Serra Talhada ainda não funciona. 

Situação do SAMU na região

Na solenidade de inauguração da UPAE de Serra Talhada, no dia 20 de março de 2014, às vésperas de deixar o governo para ser candidato a presidente da República, o governador Eduardo Campos entregou as chaves de duas ambulâncias para implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU), sendo uma Unidade de Suporte Básico de vida (USB) e uma Unidade de Suporte Avançado (USA). Além de Petrolândia, receberam ambulâncias os municípios de Tacaratu, Jatobá, Inajá, Manari, Floresta, Arcoverde, dentre outras cidades da região, totalizando 34 ambulâncias. 

Entregues os veículos, os municípios aguardaram a inauguração da Base Central do SAMU (Central de Regulação 192), em Serra Talhada, para gerenciar os atendimentos a serem prestados pelos municípios, com bases descentralizadas, como seria o caso de Petrolândia. Após mais de dois anos, a Central ainda não está em operação. 

Em maio último, o deputado Eduíno Brito levou o tema à Assembleia Legislativa. Segundo o parlamentar, o Ministério da Saúde já haiva notificado a Prefeitura de Serra Talhada, que alega não ter recursos para manter a Central, e a prefeitura poderia ser obrigada a devolver todos os recursos e equipamentos recebidos. 




Notícias relacionadas:
>Sete meses após entrega de ambulâncias, Central do SAMU em Serra Talhada ainda não funciona
>Petrolândia: Eduardo Campos entrega duas ambulâncias do SAMU ao município

Redação do Blog de Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário