sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Paulo Câmara: "O resultado do Ideb mostrou que Pernambuco está no caminho certo"

O Estado, que vem obtendo melhores resultados no Ideb desde 2009, conta com a maior rede de escolas em ensino integral no País, sendo 300 de Referência e 35 Técnicas (Foto: Edmar Melo/SEI)

Durante entrevista ao Bom Dia Pernambuco, da TV Globo, na manhã desta sexta-feira (09.09), o governador Paulo Câmara destacou a atratividade da Rede Estadual de Ensino como um dos fatores que contribuíram para Pernambuco ter alcançado o primeiro lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Divulgado na última quinta-feira (08.09) pelo Ministério da Educação (MEC), o resultado mostrou que a escola pública estadual se consolidou como a que possui o melhor desempenho do País, tendo, inclusive, a menor diferença entre o ensino público e o privado.

“Isso mostra que avançamos cada vez mais e que estamos muito próximos de atingir um padrão de referência na educação pública”, afirmou Paulo Câmara. Entre os fatores que levaram Pernambuco a alcançar o melhor desempenho no País, o governador apontou a atratividade das escolas. “A escola pública pernambucana tem a menor taxa de abandono, ou seja, a cada 100 alunos do Ensino Médio, apenas dois deixam de concluir. Há oito anos, esse número chegava a 24”, frisou."O resultado do Ideb mostrou que Pernambuco está no caminho certo", completou.

Para que a educação pública em Pernambuco atinja resultados ainda melhores, Paulo Câmara indicou a ampliação do programa de educação integrada do Governo do Estado para a Rede Municipal de Ensino, abrangendo, a princípio, 15 municípios. “Queremos que os resultados sejam cada vez melhores e, trabalhando o Ensino Fundamental junto ao Ensino Médio, nossos alunos chegarão cada vez mais preparados às universidades”, ressaltou.

A Rede Estadual do Ensino Médio de Pernambuco obteve a melhor nota 3,9 no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), ultrapassando a meta de 3,6 estipulada pelo MEC. "Mas queremos mais. Tenho certeza de que seguindo o caminho que traçamos, apostando cada vez mais na nossa educação, vamos superar essa nota e alcançar avaliações ainda melhores", assegurou Paulo Câmara.

Em 2013, Pernambuco deu um salto da 21ª colocação para a 4ª colocação no Ideb aferido naquele ano. O resultado foi fruto do priorização da educação nos Governos Eduardo Campos (2007-2010/2011-2014). Na atual administração, com a ampliação da rede de escolas de referência e de ensino técnico, a Rede Estadual conquistou o primeiro lugar no índice.

Secretaria Estadual de Imprensa do Governo de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário